Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

800 ciclistas no Algarve Granfondo Cofidis 2018

Tavira foi a cidade escolhida este ano para a chegada da 4ª etapa da 44ª Volta ao Algarve e do Algarve Granfondo Cofidis 2018.

Tavira Cidade Algarvia situada entre o Cabo de Santa Maria e a Foz do Rio Guadiana, implantada nas margens do rio Gilão.

A 4ª etapa da volta ao Algarve tinha como local de partida a vila alentejana de Almodôvar, no distrito de Beja no Baixo Alentejo e a chegada era a cidade algarvia de Tavira numa distância de 199km e 200 metros tendo sido o vencedor desta etapa o holandês Dylan Groenewegen da Lotto Jumbo.

Algarve Granfondo

O dia 17 de fevereiro foi o dia escolhido para o Algarve Granfondo 2018 que contou com a inscrição de mais de 800 atletas de varias Nacionalidades!

A Organização preparou para os ciclistas dois percursos.

Granfondo com 119,100 KM e um acumulado de 1975m. O Médiofondo 73,700km com 1010m de acumulado.

No dia anterior, dia 16 entre 19 horas e as 23 horas o secretariado já se encontrava aberto no Pavilhão Eduardo Mansinho em Tavira para o levantamento dos dorsais dos atletas. Entregas rápidas, eram dadas todas as informações necessárias e reinava a boa disposição. Previa-se uma prova espetacular.

No sábado dia 17 bem cedo começaram a chegar os aventureiros para enfrentar as estradas Algarvias, na Avenida Zeca Afonso entre 8.30 e as 9.15 foi dada a autorização para os atletas entrarem para as respetivas Boxes (boxes estas que tinham um número de 150 atletas distribuídos pela ordem do número do dorsal).

A primeira box era reservada a convidados, enquanto se esperava pela partida os atletas iam confraternizando e tirando as habituais fotos e selfies.

Partida

Às 9h,30m foi dada a partida simbólica, a partida real seria dada a 8 km daquele local. Estes primeiros 8km percorreram algumas ruas e avenidas de Tavira, sendo guiados pelas motos da GNR e carros da organização a controlar o andamento. Depois desses 8km a organização acelerou deixando o andamento ser livre e à vontade dos atletas.

Nos primeiros kms livres a organização enganou-se no percurso levando um pelotão significativo que seguia na frente a enganar-se também e ter de andar alguns kms a mais ate que voltassem o percurso marcado. (engano este, que levou muitos atletas a mostrarem o seu descontentamento no final).

Entrando no percurso marcado este pelotão foi ultrapassando elementos que tinham ficado mais atrasados e que não se enganaram. (em resumo: não perdeu nada, apenas andaram mais alguns kms.

Estes elementos eram considerados por todos os os suprassumos dos participantes logo voltaram rapidamente á frente da competição e foi vê-los passar por nós!!!).

No geral o traçado estava bem marcado, mas foi um erro muito grave da organização, que não pode acontecer num evento desta grandiosidade.

Muito público a aplaudir

Seguindo o percurso, havia muito publico na beira da estrada a aplaudir e a motivar os ciclistas.

Qualquer um dos 2 percursos eram muito exigente e na segunda metade aparecia o sobe e desce mais acentuado, levando a um “parte pernas constante”.

Tendo o granfondo entrado mais no interior Algarvio, levou os atletas a um maior esforço, não descurando os atletas do Medio que andaram pela beira das serras, mas que também tiveram que se aplicar.

Celina Carpinteiro – 5Quinas / Município de Albufeira / CDASJ

Existiram 3 abastecimentos com fruta, barras e géis energéticos, bidons com água que os atletas podiam levar e ficar para recordação para o Granfondo e 2 para o Mediofondo.

Depois do último abastecimento em Eira Pelada (o mesmo para os dois percursos) era sempre a descer, e subindo as médias até á meta!

Na avenida Zeca Afonso a animação estava ao rubro com muito publico e os familiares.

Luis Teixeira e Inês Unknown vencem Médiofondo

Depois de 73 km e 2h22m09s chegava o primeiro ciclista do Mediofondo Luís Teixeira atleta do Clube de Ciclismo Amaro Antunes sendo o segundo lugar foi para Rui Guerreiro do mesmo clube com 2h25m50s. Ficando o terceiro lugar para Nuno Fitas da UCA – União Ciclismo do Alentejo com 2h25m51s.

Para finalizar o pódio do Mediofondo feminino ficou completo com Inês Amaro com 2h40m22s o segundo lugar para Nathalie Duellmann da ADECT / Garrafeira Soares com 2h41m22s e no terceiro lugar ficou Francielle Crestan das 5Quinas / Município de Albufeira com 2h45m 57s.

No Granfondo os vencedores foram Arthur Didelot e Fiona Johnston

Do Granfondo os vencedores foram em primeiro lugar Arthur Didelot do Team Macadam`s Cowboys percorrendo os 119 km em 3h39m18s o segundo lugar foi para o Miguel Salgueiro do clube Sicasal / Constantinos / Delta Cafés com 3h40m53s e o último lugar do pódio foi para José Oliveira da equipa Longusbike Team Carlicporto / Electro DC com 3h41m01s.

Os pódios femininos no Granfondo foram para Fiona Hunter Johnston da equipa Fusion Velo Performance com 4h15m36s o segundo lugar para Molly Patch da mesma equipa com 4h16m56s e para completar o pódio chegou Raquel Santos das 5Quinas / Município de Albufeira / CDASJ com 4h18m56s.

 

OPraticante.pt presente

Luís José – OPraticante.pt / SFOA Cycle Team

O atleta do OPraticante.pt / SFOA Cycle TeamLuís José conseguiu um 209º com 3h13m21.

Para finalizar foi o almoço na Escola EB2/3 onde foi servido uma refeição ao gosto de todos os atletas, onde se pode conviver um bocadinho entre amantes do ciclismo e seus familiares.

Após o almoço e confraternização, muitos atletas e respetivas famílias dirigiram-se de novo para o local da meta onde por volta das 16h45m chegou o primeiro ciclista da 4ª etapa da 44ª Volta ao Algarve o holandês Dylan Groenewegen da Lotto Jumbo.

E assim foi, mais um Granfondo no Algarve desta vez em Tavira.

Evento no facebook.

Texto: Luís José – OPraticante.pt / Sfoa Cycle Team
Fotos: Sandra Conceição

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta