Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Campeões Sem Idade – Mundial de Veteranos

De 29 de julho a 05 de agosto, quando “quase todos” os portugueses vão em direção à praia, para desfrutar das suas férias, alguns “tifosi” e verdadeiros campeões de Orientação em Btt rumaram à cidade francesa de Orleans, para participar na World Master Series MTBO Championships 2017 e World Master MTB Orienteering Championships, evento no qual com muita distinção representaram Portugal, a Federação Portuguesa de Orientação e os seus Clubes.

Carlos Ferreira

Férias bem suadas e bronzeadas

Susana Pontes, Rui Botão e Inácio Serralheiro, do Clube de Orientação do Centro (de Leiria), Carlos Ferreira, do Clube de Orientação da Bairrada, e José Manuel Silva, da Associação de Deficientes das Forças Armadas – Évora, foram os portugueses presentes nas competições da Taça do Mundo de Veteranos.

Inácio Serralheiro

Sucede que, e quem os conhece sabe, aquela e aqueles atletas não foram passar férias. Depois de uma vida de dedicação à prática de diversas modalidades, com destaque para a Orientação Pedestre, Orientação em Btt e corridas de aventura, chegados à idade de veteranos continuam a batalhar por mais e melhor a pedalarem orientados numa Btt, pela satisfação e alegria de desfrutar a descobrir pontos de controlo nas florestas, parques e áreas urbanas, não apenas por um resultado ou medalha.

José Silva

Os seus resultados deixam-nos contudo muito honrados, os de todos, mas em particular a Susana Pontes que obteve dois brilhantes terceiros lugares no Sprint e na Distância Longa no escalão Damas 45, ou seja, para mais de 45 anos de idade.

Rui Botão

 

Atleta de extraordinárias capacidades que, até há um ano atrás, inúmeras vezes representou as Seleções Nacionais, tanto de Orientação em Btt como Pedestre, a Susana Pontes é um verdadeiro exemplo de determinação que muito tem influenciado jovens da modalidade – que de degrau em degrau seguem o seu exemplo e vão subindo nos pódios nos palcos maiores das competições internacionais.

Susana Pontes

Os nossos atletas estrangeiros

Não se pode deixar de dar umas palavras de reconhecido mérito para o francês Jean Charles Lalevee e o britânico Norman Jones, atletas federados na Federação Portuguesa de Orientação e ilustres campeões que, conquanto não tenham nascido em Portugal, aqui vivem e representam as cores de clubes portugueses nas provas de Orientação em Btt, e que muito valor lhes acrescentou.

Jean Charles Lalevee, atleta que representa o Clube Natureza do Alvito foi o campeão no Sprint, Distância Média e Distância Longa no escalão Homens com mais de 55 anos, o mesmo escalão em que competiu Inácio Serralheiro. Norman Jones, atleta que representa o Gafanhori de Arraiolos, competiu no escalão Homens 60.

Odemira é palco da Taça do Mundo em 2018

Importa referir que estas competições World Master Series MTBO Championships estão incluídas nas etapas da Taça de Mundo de Orientação em BTT de Jovens, Juniores e Elites. As inscrições processam-se a título individual, bastando para tanto ter mais de 35 anos de idade e, claro, ter uma bicicleta e saber andar (ideal é que seja uma Btt).

O resto é muita aventura. Orientação em Btt é uma disciplina que requer aprendizagem, mas com uns treinos qualquer um a pode praticar de forma completamente autónoma. Com trabalho e determinação, como a dos atletas acima referidos, é possível alcançar resultados.

De 19 a 23 de setembro de 2018, a Federação Portuguesa de Orientação e a Câmara Municipal de Odemira organizam a Final da Taça do Mundo de Orientação em Btt. Uma oportunidade para todos aqueles que quiserem aceitar o desafio de participar numa competição de World Master Series MTBO Championships em Portugal.

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta