Banner superior
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Daniel Silva de amarelo e Rafael Silva vence etapa

Rafael Silva (Efapel) venceu hoje o primeiro setor da terceira etapa do GP Jornal de Notícias, uma curta ligação de 78 quilómetros, entre Monção e Viana do Castelo, que guindou Daniel Silva (Rádio Popular-Boavista) ao topo da classificação geral.

Rafael Silva
Rafael Silva vence etapa

Rafael Silva confirmou os pergaminhos de velocista

A viagem foi muito rápida, com média de 43,3 km/h, e terminou ao sprint. Rafael Silva, que vencera a primeira etapa, em Viseu, confirmou os pergaminhos de velocista mais rápido deste pelotão e conquistou novo triunfo. O segundo foi António Carvalho (W52-FC Porto) e o terceiro Luís Gomes (Rádio Popular-Boavista).

Apesar de a chegada ser ao sprint, registou-se uma mudança na classificação geral, tudo porque o pelotão chegou “cortado” a Viana do Castelo.

Nuno Meireles perdeu a amarela

Nuno Meireles cedeu seis segundos na chegada e, assim, perdeu a camisola amarela para Daniel Silva. O boavisteiro comanda com 5 segundos de vantagem sobre o corredor da Miranda-Mortágua. O terceiro, a 34 segundos, é Rafael Silva.

Daniel Silva
Daniel Silva

Os grandes protagonistas do setor matinal da terceira etapa conheceram-se na meta, mas a viagem foi aninada por uma fuga, iniciada ao quilómetro 10, por sete homens, Gonçalo Amado (ACDC Trofa/Trofense), Rui Rodrigues (Aviludo-Louletano-Uli), António Monteiro (Fortunna/Maia), Júlio Gonçalves e Fábio Mansilhas (LA Alumínios), Rafael Lourenço (Liberty Seguros-Carglass) e Soufiane Haddi (Vito-Feirense-BlackJack). A diferença chegou aos dois minutos, mas foi perdendo gás com a aproximação da meta e com a perseguição da Miranda-Mortágua.

O grupo de escapados também foi perdendo unidades. A fuga acabou a 6 quilómetros do fim, começando a desenhar-se a possibilidade de uma chegada ao sprint. Fábio Mansilhas viu premiada a presença ativa na escapada com o Prémio da Combatividade.

A velocidade e a tensão provocaram quedas

A velocidade e a tensão dos quilómetros finais provocaram quedas. Entre os acidentados estiveram três homens da W52-FC Porto, que deitaram por terra a possibilidade de discutir a classificação geral: César Fonte, José Neves e Rui Vinhas.

A terceira etapa só ficará completa com a realização do segundo setor, a partir das 16h00.

Será um contrarrelógio individual de 9,5 quilómetros, a disputar na cidade de Barcelos. Espera-se que os candidatos à conquista do 28.º Grande Prémio Jornal de Notícias Leilosoc estabeleçam aí as primeiras diferenças significativas.

Daniel Silva novo dono da amarela

Daniel Silva será o último a partir, por ser dono da camisola amarela.

Nas restantes classificações comandam Rafael Silva, nos pontos, Guillaume Almeida (Fortunna/Maia), na montanha, Nuno Meireles, nas metas volantes, e Daniel Silva (SIcasal/Constantinos/Delta Cafés), na juventude.

Classificações

3.ª Etapa – 1.º Setor: Monção – Viana do Castelo, 78 km

1.º Rafael Silva (Efapel), 1h48m05s (Média: 43,300 km/h)
2.º António Carvalho (W52-FC Porto), mt
3.º Luís Gomes (Rádio Popular-Boavista), mt
4.º Mário González (Sporting-Tavira), mt
5.º João Matias (Vito-Feirense-BlackJack), mt
6.º César Martingil (Liberty Seguros-Carglass), mt
7.º Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano-Uli), mt
8.º Leonel Coutinho (Vito-Feirense-BlackJack), mt
9.º Luís Mendonça (Aviludo-Louletano-Uli), mt
10.º Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), mt

Geral Individual

1.º Daniel Silva (Rádio Popular-Boavista), 8h11m45s
2.º Nuno Meireles (Miranda-Mortágua), a 5s
3.º Rafael Silva (Efapel), a 34s
4.º Daniel Mestre (Efapel), a 44s
5.º António Carvalho (W52-FC Porto), a 46s
6.º Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), a 47s
7.º Luís Gomes (Rádio Popular-Boavista), a 48s
8.º Filipe Cardoso (Rádio Popular-Boavista), mt
9.º Joni Brandão (Sporting-Tavira), mt
10.º João Matias (Vito-Feirense-BlackJack), a 50s

Texto / Foto: UVP / FPC

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta