Banner superior
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Guimarães Corre Corre

O Guimarães Corre Corre é hoje muito mais do que um conjunto de pessoas que se juntam para correr à noite. Passou de uma “brincadeira” responsável de quatro amigos da corrida, para um fenómeno de centenas de pessoas, unidas pela corrida e pela cidade. Não aconteceu por acaso, os vimaranenses vibram com a sua cidade, dedicam-lhe atenção e nutrem um carinho especial pelas suas raízes e história. Uma iniciativa voluntária e popular que assenta na prática desportiva e na promoção do património histórico e arquitetónico. Pensamos ser a primeira vez que o paradigma se inverte. É reconhecido o dinamismo de Guimarães, normalmente dinamizado por iniciativas institucionais que resultam numa envolvência popular intensa, sobretudo porque as pessoas se identificam com a cultura e tradições da cidade. No caso do Guimarães Corre Corre são os “populares” a tomarem a iniciativa, desta feita sem custos, sem verbas, sem muitos meios, apenas com a vontade e voluntariado de todos, porque acreditam no projeto, essencialmente porque fazem parte dele e participam ativamente no seu desenvolvimento.

A partir daqui o Guimarães Corre Corre deixou de ser uma iniciativa de um grupo de pessoas e é já parte integrante da vida cotidiana da cidade, de quem corre, ou daqueles que semanalmente nos esperam e apoiam nas ruas, ruelas, vielas, ou mesmo daqueles que no sofá ou em casa ainda não deram o primeiro passo, mas assiduamente “ameaçam” aparecer, acompanham no facebook religiosamente os vídeos e fotos que vão sendo publicados.

As segundas-feiras deixaram de ser um dia “mau”, há até quem tenha confessado que agora encara o primeiro dia de trabalho da semana, com outra alegria e vontade (bem estar físico e psíquico). Quando corremos não há classes sociais ou profissionais, somos todos iguais é vulgar termos figuras públicas e representantes de instituições locais a correrem lado a lado como o comum cidadão, no mesmo pelotão, sem regras, que não as da boa convivência e boa disposição. Outro fenómeno é o da promoção da prática da corrida. São já dezenas de pessoas que começaram a correr connosco e hoje (decorridas 24 semanas) convidam amigos e familiares a participarem pela primeira vez. O fenómeno estende-se já aos turistas e alunos Erasmus que por cá passam ou residem, tornam o pelotão bem mais colorido e poliglota, alemão, inglês, espanhol, enfim inúmeras nacionalidades representadas conhecem a cidade e as suas gentes de uma forma única. Por mais do que uma vez estivemos bem perto das três centenas de participantes.

Pensamos ser inevitável o crescimento progressivo de semana para semana. Muito mais haveria para dizer, mas não há nada como conferir. Até segunda-feira às 21:00 na Plataforma das Artes!

Texto de: Mauro Fernandes

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta