Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Habemus Campeão Nacional – Tiago Martins Aires

O fim de semana prolongado levou a comunidade Orientista a Mora, município do Alto Alentejo onde se disputaram as últimas etapas da Taça de Portugal Vitalis de Orientação Pedestre 2017.

XXVII Troféu de Orientação do Clube Português de Orientação e Corrida, onde se encontrava inserido o Campeonato Nacional Absoluto de Orientação Pedestre 2017, numa organização do CPOC.

Extremamente desafiante e agradável, do maior agrado tanto para praticantes de competição como de lazer, o evento foi organizado pelo Clube Português de Orientação e Corrida, Clube de Oeiras que há muitos anos é parceiro da Câmara Municipal de Mora na organização de eventos de Orientação naquele município.

Orientação – desporto para todos – um mapa, uma bússola e muita aventura.
Créditos: Mapmaker Raquel Costa

Feriado para disputa do título de Distância Média da elite masculina

Na sexta feira o Fluviário de Mora foi o ponto de encontro e o local das chegadas da competição de distância média, disputada na Mata do Cabeção, área de pinhal de extraordinária beleza, com floresta limpa e boa rede de caminhos.

Para a generalidade dos escalões era apenas mais um desafio, mas para a os atletas de elite masculina era a disputa para apurar o título de Campeão Nacional de Distância Média 2017.

Mapa da Mata do Cabeção – percurso da elite masculina com opções de Tiago Martins Aires.
Créditos: Tiago Martins Aires.

Candidatos mais fortes

Qualquer um dos participantes podia ser o campeão, mas havia uma meia dúzia de candidatos mais fortes.

Pedro Nogueira, da Associação dos Deficientes das Forças Armadas – Évora, e Rafael Miguel, do Clube de Orientação de Estarreja, os dois atletas a disputar a liderança do ranking individual da Taça de Portugal de Orientação pedestre, com pequena vantagem para o primeiro.

João Mega Figueiredo, do Clube Natureza de Alvito, Tiago Martins Aires, do Clube de Montanha do Funchal, por serem atletas de igual valia daqueles.

Estavam presentes ainda Paulo Franco, do Clube de Orientação do Centro, atleta com uma vitória recente e bons resultados nas últimas competições nacionais, bem como João Novo, do clube de Orientação do Minho que em maio se sagrou Campeão Nacional da Distância no escalão júnior masculino.

Tiago Martins Aires – o mais forte

O vencedor foi Tiago Martins Aires, do Clube de Montanha do Funchal. Depois de uma época extraordinária nas competições de trail, venceu de forma categórica o seu primeiro percurso de Orientação na presente edição da Taça de Portugal de Orientação pedestre. Por certo que para isso muito terá contribuído a sua preparação específica das últimas semanas, tendo sido o vencedor das últimas competições realizadas na Madeira.

O segundo e terceiros lugares do pódio foram para Pedro Nogueira, da Associação dos Deficientes das Forças Armadas – Évora, e para João Mega Figueiredo, do Clube Natureza do Alvito, separados por escassos segundos entre si.

Tiago Martins Aires, Campeão Nacional de Distância Média; Pedro Nogueira, Vice-Campeão; João Mega Figueiredo, terceiro classificado.
Créditos: Luís Sérgio.

A Associação dos Deficientes das Forças Armadas – Évora foi o clube campeão nacional nesta categoria, com uma equipa constituída pelo Vice-Campeão Pedro Nogueira, pelo jovem Gonçalo Pirrolas e pelo veterano Marco Póvoa, atleta que preside a Federação Portuguesa de Orientação.

Texto: FPO

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta