Banner superior
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Kikas foi eliminado pelo brasileiro Yago Dora

Kikas e Dora estiveram frente a frente no 12.º e último heat da ronda, naquele que era um duelo decisivo para ambos, pois o português entrou nesta etapa no 22.º posto do ranking e o rookie brasileiro no 21.º lugar, ocupando os dois últimos postos que dão direito a requalificação para o World Tour do próximo ano. No entanto, a sorte acabou por sorrir ao adversário de Frederico.

Kikas até entrou melhor na bateria

O surfista de Cascais até entrou melhor na bateria, fazendo logo uma onda de 7,50 pontos e outra de 7,87. No entanto, o surfista canarinho respondeu e passou para a frente a meio da disputa, somando um score de 15,77 pontos. A precisar de 7,91 pontos para virar o resultado, Frederico Morais ainda respondeu com uma onda que levantou a dúvida quando ao desfecho final do heat, mas os juízes deram apenas 7,70 ao português, deixando-o muito perto de operar a reviravolta.

Apesar de ter feito um dos melhores scores da temporada (15,57 pontos) – suficiente para ter vencido todos os outros heats da ronda realizados durante o dia de hoje -, Kikas acabou eliminado de forma inglória.

Um resultado que deixa ainda mais em aberto o futuro do surfista português entre a elite mundial. Para já, Frederico continua de forma provisória no 22.º posto do ranking, mas há alguns adversários que o poderão ainda ultrapassar caso avancem mais rondas na prova francesa.

Kikas

Esta foi a terceira vez que Kikas terminou no 25.º posto

Esta foi a terceira vez na temporada 2018 que Frederico Morais terminou no 25.º posto, depois da etapa de Margaret River (Austrália), que só viria a terminar em Uluwatu, na Indonésia, e do Surf Ranch Pro, na piscina de ondas localizada em Lemoore.

A apenas duas etapas (Portugal e Havai) do final do World Tour 2018, o futuro de Kikas continua em jogo e os próximos campeonatos afiguram-se decisivos para as contas finais.

De França o tour segue para Portugal, onde no próximo dia 16 de outubro, terça-feira, começa o período de espera do MEO Rip Curl Pro Portugal, em Peniche. Um evento onde Frederico Morais precisa mais do que nunca de um resultado forte para garantir a continuidade entre a elite mundial.

Texto: ANSurfistas
Fotos: WSL/Poullenot

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta