Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Lagares é a simbiose perfeita de trilhos e banquetes à Rei…

Lagares é a simbiose perfeita de trilhos e banquetes à Rei… E os Gebos não faltaram!

Domingo 09 de abril, céu Limpo, a temperatura a rondar os 23º C, e todos os trilhos com destino de embarque junto ao pavilhão de Lagares, na Avenida do Desporto. Estamos no 5º Trail de Lagares, organizado pela associação “ADPLPBTT – Amigos do Pedal lagares Clube”.

Foram cerca de 2000 participantes divididos por uma caminhada de 10km e 3 provas competitivas, o Grande Trail com 37km, Trail longo 27km e trail curto de 17km.

Lagares

Lagares, situada na parte sudoeste do concelho de Penafiel, com cerca de 2500 habitantes acorda de manhã cedo, já o sino da igreja cantou e o galo encantou, para acolherem sempre no segundo domingo de Abril mais uma prova de trail running.

É gente acolhedora que nos leva até Lagares para a certeza duma prova muito bem organizada, que fazem todos os anos questão de alterar os trilhos / percursos fruto de muito trabalho, organização e imaginação para o bem receber. Os abastecimentos deste trail é outra marca neste evento, são verdadeiros banquetes à Rei… Porque assim é rica a sua tradição e gastronomia.

Vamos aos trilhos

Os ponteiros marcam quase 8:30h para a partida do trail grande e do trail longo, os atletas cumprimentam-se, há sorrisos, nervos miudinhos, e muita alegria. Sente-se, o ambiente de festa que antecipa um dia de desporto e convívio, como também uma tímida e amena brisa. Aquecem-se os motores, retoques nos atacadores e as máquinas estão afinadas, o burburinho do pelotão de grandes atletas é o ruído do cano de escape…

Na Avenida do Desporto, sentimos o estremecer da calçada, a partida fora dada. E com o bilhete de cinema na mão seguimos na direcção ao noroeste, à Casa Valxisto – Country House, que alberga o primeiro abastecimento. Chegamos à Aldeia Rural e Preservada de Quintandona, local a visitar em terras do Vale do Sousa. As suas paredes de xisto e lapidadas nos traz histórias, fazem reviver passados, são ruelas que percorremos e espelhos de memórias. Aconselhamos a visitar esta aldeia, e no terceiro fim-de-semana de Setembro há a festa do caldo.

E os Gebos nunca faltam!

É um corredor enorme de mar de gente que se aprontam para a partida do trail curto. São 9:00h e os aventureiros do trail curto fazem se aos trilhos. Logo de seguida é dada a ordem para a marcha da caminhada.

A hora avança, por entre trilhos nos dirigimos na parte sul de Lagares aonde se desenvolve grande parte do percurso, somos nós e a natureza. Assistimos na primeira fila ao reflorescer da flora, não há melhor bilhete que o do cinema. Das colunas de som, ouvimos os pássaros, as gestas das árvores, a força das águas saltitantes cristalinas. Adiante, ouvimos a melodia do grilo no cântico amoroso, é delicioso. E a cor das flores!? São pipocas que à minha mão invade a beleza e à minha boca me leva o sabor o contacto com a natureza. Chegou a Primavera!

A sessão ainda não terminou

A sessão ainda não terminou, em seu leito atravessamos o ribeiro de Santa Comba, me deito, refresca-me a água e de meu corpo abusa. Saímos molhados e de seguida passamos pelo parque merendas de Capela, um habitat especial para um piquenique em família e amigos, com a natureza presente. Dá para conviver, comer e divertir, e há quem aproveite para arrancar uma sesta. A sombra das árvores cria uma atmosfera de aconchego e sossego, respiramos o som das folhas das árvores e dali não queremos sair.

Continuamos e bem que continuamos! E roda, roda os ponteiros do relógio que não pára, e assim também a água que passa pelos moinhos. Contrariamos o ribeiro da Trunqueira e abraçamos a beleza do Museu da Broa. Os moinhos também trazem-nos histórias, trabalho e alimento. Continuamos de bilhete de cinema na mão desde do nosso embarque até ao nosso destino… Lagares e freguesias arredor são sem dúvida um manto verde, pasto rico em fauna e flora.

E os vencedores são!

Trail Grande

Na geral masculino, com grandes presenças do trail nacional, esteve no lugar mais alto o atleta Nuno Silva da Satecnosol/Outdoor no tempo de 3:29:52, seguindo do seu colega de equipa Bruno Sousa em 3:40:01, Estes padrinhos do evento. E por fim, a fechar o pódio Ricardo Silva da EDV-Viana Trail num registo de 3:41:03.

No setor feminino a grande e indiscutível vencedora foi Ana Gonçalves da equipa Alive Fitness Club com o tempo de 4:28:49. Em segundo lugar uma atleta quase da casa, Maria Loureiro da Associação Desportiva de Cabroelo em 4:59:34. Conclui o pódio a atleta Marta Silva em 5:11:35 da equipa Lourenço’s Adventures.

Trail Longo

Paulo Costa, o maior desta prova, da A.D. Amarante Trail Running que desde do inicio se impôs, com o tempo de 2:36:28, ao seu irmão e colega de equipa o atleta Vítor Costa que fez 3º lugar, tendo ficado em 2º lugar o atleta Luís Martins da GTT – Armazém do Caffé em 2:41:30.

A madrinha da prova, Casimira Moura do Dr. Merino/4moove ganhou com o tempo de 3:06:10. A grande atleta da Oralklass – Amigos do Trail, Daniela Russo obteve o 2º lugar com o tempo de 3:13:19. No 3º lugar ficou a Inês Moreira da equipa Moinhos Run – ADRM no tempo de 3:21:22.

Trail Curto

Pódio masculino por 3 jovens, amigos e grandes promessas do trail, a vitória foi para António Braziela da equipa Oralklass – Amigos do Trail em 1:30:19, seguido do Bruno Silva da Sactecnosol/Outdoor com o tempo de 1:34:34, e com o mesmo tempo e fechando o pódio o Nuno Alves da Oralklass – Amigos do Trail.

No pódio feminino, e pela primeira vez, a Joana Catarina Gonçalves da Oralklass – Amigos do Trail atingiu o primeiro lugar, em 2:09:35. Em 2º lugar ficou a atleta Ângela Soares da A.D. Amarante Trail Running com o tempo de 2:16:59. A concluir o pódio a atleta individual Marina Delgado em 2:18:37.

Pódio por equipas

Para o pódio por equipas contava as 5 melhores classificações nas 3 distâncias competitivas, tendo a equipa da Satecnosol/Outdoor obtido o lugar mais alto, logo de seguida da equipa Oralklass – Amigos do Trail, e o lugar mais baixo do pódio foi para a equipa Dr.Merino/4moove.

 

Kids Trail

O 5º Trail Lagares, na verdade começou no dia 1 de abril com o Kids Trail. A pista fora montada em plena Aldeia Rural e Preservada de Quintandona. Este evento que reuniu cerca de 150 crianças teve 4 faixas etárias, dos 5 aos 7 anos os mais pequenotes, seguindo dos 8 aos 10 anos, passando para os 11 aos 13 anos e por último dos 14 aos 15 anos.

Neste dia foi a magia aos olhos de pais e familiares em assistirem a um dia de grande festa e convívio do que é o Kids Trail… Foi o dia dos menores mostrarem aos seus graúdos de como percorrer trilhos, avançar insufláveis e navegar por entre os muros de xisto na Quintandona. A alegria contagia os olhos de todos. Depois da prova há lanche para estes verdadeiros gladiadores dos trilhos, e que lanche, mais uma vez um manjar de mesa para todos os gostos e sabores. Não podia também, faltar a cerimónia de entrega dos prémios, um momento simbólico e para Estes grandes aventureiros mostrarem mais tarde aos seus entes queridos. Sem dúvida, uma tarde de festa, convívio, divertimento e de encher corações.

Paula Barbosa – Oralklass – Amigos do Trail

Oralklass – Amigos do Trail – Em força

A equipa Oralklass – Amigos do Trail mais uma vez marcou presença neste evento e em força. Apesar de todos estarem de parabéns temos a destacar os seguintes atletas:

No trail grande, o João Nogueira ficou em 4º lugar da geral em 3h44min. E o Vítor Pinto no 2º lugar de escalão M40 com o tempo de 4h19min.

Já no trail longo, a nossa grande atleta Daniela Russo obteve o 2º lugar geral e 1º de escalão sénior feminino em 3h13min, sempre em grande. A nossa campeã Paula Barbosa ficou em 2º lugar escalão F40 com o tempo de 3h34min. O nosso militar Fernando Taborda atingiu o 2º lugar M40 em 2:58min.

Sobre o trail curto, o grande destaque vai para a nossa crossfiter Joana Gonçalves que ficou em 1º lugar geral em 2h09min. Os nossos atletas António Braziela e Nuno Alves obtiveram o 1º e 3º lugar da geral, respectivamente, e com os tempos de 1h30min e 1h34min. Sendo ainda que o António Braziela ficou em 1º lugar de escalão sub23, e o Nuno Alves em 1º lugar no escalão senior masculino.

Texto: Nuno Sousa
Fotos: Armando Vieira e Amigos do Pedal

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta