Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Ação de limpeza retirou 1.060 kg de plástico das praias

No âmbito do programa de sustentabilidade ambiental da Liga MEO Surf, a primeira limpeza de praias concertada a nível nacional, retirou mais de uma tonelada de lixo marinho das praias de Portugal. A iniciativa da Fundação PT decorreu em todas as etapas da Liga MEO Surf, de Abril a Outubro, na Ericeira, Porto e Matosinhos, Figueira da Foz, Sintra e Cascais.

Ação de limpeza retirou 1.060 kg de plástico das praias de Portugal

Ao longo das várias etapas, as ações de caracter educacional e de sensibilização ambiental foram envolvidas diversas escolas dos Concelhos em causa, movimentos e organizações de cariz ambiental nos seus mais variados domínios (lixo marinho, plásticos, beatas, palhinhas, entre outros) e juntas de freguesia, resultando num esforço total de mais de 1.000 participantes envolvidos, maioritariamente crianças.

Resultados Finais

Total de Kg: 1.060kg
Beatas de Cigarros: 6.000 unidades
Cotonetes: 2.000 unidades
Embalagens de Plástico: 750

O lixo marinho recolhido através da ação de limpeza deu origem aos troféus dos títulos máximos do Surf em Portugal entregues aos campeões nacionais de 2018, Miguel Blanco e Camilla Kemp, por ocasião dos Portugal Surf Awards.

Adicionalmente, o Clube Recreativo e Cultural da Quinta dos Lombos foi congratulado com o Prémio Praia Limpa 2018 da Fundação PT.

Graça Rebocho, diretora da Fundação PT

Chegámos lá! Conseguimos juntar cerca de mil voluntários e recolher 1 tonelada de lixo, nas 5 praias onde decorreram as provas da Liga Meo Surf.
Este ano a Liga ficou enriquecida com este novo e não menos competitivo campeonato: o da sustentabilidade ambiental das nossas praias.
Como tenho afirmado, do lado da Fundação PT estamos satisfeitos com os resultados atingidos, mas continuamos a acreditar que mais do que o lixo que agora foi recolhido, o importante foi a sensibilização das comunidades por onde passou a Liga e a vontade que possam ter de estender esta mensagem às suas famílias, colegas e amigos.”

Francisco Rodrigues, presidente da Associação Nacional de Surfistas

Enquanto surfistas, o nosso palco natural são as praias de Portugal, sendo que com esta iniciativa foi possível não só contribuir fortemente para a solução como dar o exemplo firme junto das comunidades por onde fomos passando ao longo das etapas da Liga MEO Surf.
Os números têm tanto de positivo como de alerta e convite à participação de todos.
O maior índice de sucesso é ter a certeza que todos, mas todos mesmo, passamos a fazer o nosso papel diariamente e que estamos empenhados em retirar os resíduos de plástico com os quais nos vamos cruzamos.
Foi assim possível consciencializar as futuras gerações com a necessidade de ações concretas, como também influenciar comportamentos não só no presente como no futuro.
Voltamos em 2019!

Texto: ANsurfistas
Fotos: Pedro Mestre/ANSurfistas

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta