Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Mário Costa e Maaris Meier vencem no Jamor

Mário Costa (Primaflor-Mondraker) e Maaris Meier (Maiatos/Reabnorte) impuseram-se no domingo, na quarta prova da Taça de Portugal de Cross Country Olímpico (XCO), disputada na pista permanente do Centro Desportivo Nacional, no Jamor.

Mário Costa – Primaflor-Mondraker e José Dias – Seissa/KTM Bikseven/Matias & Araújo/Frulact

Empolgante mano a mano

A corrida de elite masculina teve direito a um empolgante mano a mano, apenas decidido com a meta à vista.

José Dias e Mário Costa

Mário Costa conquistou o triunfo, mas teve de suar as estopinhas – e não apenas devido ao calor – para superar José Dias (Seissa/KTM Bikseven/Matias & Araújo/Frulact), que cortou a meta apenas 2 segundos depois.

O antigo profissional de estrada Bruno Sancho fez uma corrida em recuperação, de trás para a frente, terminando no terceiro posto, a 1m55s.

A vitória na prova do Jamor deixou Mário Costa mais folgado no topo da geral da Taça, tendo incrementando a vantagem sobre José Dias para 18 pontos. João Rocha (ACRG/Gondomar) foi o melhor sub-23, solidificando a condição de comandante nesta categoria.

Duelo intenso entre Maaris Meier e Ana Tomás

A prova feminina assistiu também a um duelo intenso, envolvendo a estoniana Maaris Meier e a jovem campeã nacional de sub-23, Ana Tomás (BTT Seia).

Maaris Meier

A experiente corredora da formação maiata levou a melhor, enquanto a jovem viseense pagou a fatura do esforço sob calor extremo, desistindo na última volta para a qual entrou no segundo lugar.

A galega Lucia Vázquez (ProRebordosa/Oforsep/RJ Group) acabou por ser a segunda classificada, a 3m06s. Ana Vale (Batotas/Ponte de Lima) fechou o pódio, a 8m16s.

Lucia Vázquez – ProRebordosa/Oforsep/RJ Group

Ausente devido a lesão, Joana Monteiro (Primaflor-Mondraker) cedeu a primazia na geral a Maaris Meier. Beatriz Guedes (Róódinhas/Santos Silva) aproveitou a desistência de Ana Tomás e passou para a frente da Taça de Portugal de sub-23 femininas.

Carlos Salgueiro e Guilherme Mota o duelo habitual e desqualificação

Marta Branco – Maiatos/Reabnorte

A corrida de juniores masculinos foi palco do já costumeiro duelo entre Carlos Salgueiro (Maiatos/Reabnorte) e Guilherme Mota (Marrazes/Gui/Brejinho/BikeZone Leiria).

Os dois foram os primeiros a passar a meta, mas acabaram desqualificados, porque não cumpriram o percurso correto da prova.

O primeiro classificado foi Rafael Rita (BTT Loulé/BPI/Elevis), que passou para a frente da geral.

Marta Branco (Maiatos/Reabnorte) dominou em juniores femininas e continua a contar por vitórias todas as corridas da Taça de Portugal de 2017.

Carlos Blanco cimenta o primeiro lugar na geral

O espanhol Carlos Blanco (Academia Postal/Actyon/MMR/Maceda) foi o melhor cadete, cimentando o primeiro lugar na geral.

Carlos Nunes – Clube Desportivo em Movimento

Ana Santos (ASC/Focus Team/Vila do Conde) venceu em cadetes femininas, Daniela Campos (BTT Loulé/BPI/Elevis) continua na dianteira.

O master 30 André Filipe (CPR A-do-Barbas) seguiu a trajetória invicta, ganhando a quarta corrida em quatro disputadas, o mesmo tendo feito a master feminina Ângela Gonçalves (BTT Seia).

Davide Inácio foi o ganhou em master 40 e Reinaldo Luís (ProRebordosa/Oforsep/RJ Group) impôs-se em master 50.

Em todos os casos, os veteranos vitoriosos na corrida deste domingo saíram do Jamor na frente da classificação geral das respetivas categorias.

Ricardo Gomes (Saertex Portugal/Edaetech) triunfou entre os corredores com deficiência auditiva, reforçando a primeira posição no ranking da Taça de Portugal.

Os Maiatos/Reabnorte ganharam por equipas.

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta