Banner superior
Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

O que comer após competição para uma melhor recuperação

nutricaoA preparação para uma prova engloba um determinado conjunto de fatores que não podem ser descurados, o treino, a alimentação etc……! Mas o que por vezes não é tão fácil é recuperar de uma competição para a outra, um dos erros que os corredores cometem muitas vezes é competirem com muita frequência, e não deixam o organismo se regenerar como deve ser.

Quando se acaba uma competição, o que se deve ter em mente desde logo é tentar fazer uma boa recuperação. Essa boa recuperação passa por fazer algumas coisas, e fazer uma boa alimentação com a escolha correta de alimentos e suplementos energéticos é uma delas.

Quando e o que comer após a competição

Apesar do entusiasmo e da adrenalina estar ao rubro depois da prova, é imperativo que comece desde logo a pensar em repor a ”gasolina” perdida. O seu organismo vai precisar de carbohidratos desde logo, para começar o processo de regeneração de uma forma mais eficaz. Comer uma banana, frutos secos, nozes, ou mesmo uma barra energética após a competição é o ideal para o seu organismo começar desde logo o processo de regeneração. Para aqueles que não conseguem comer nada após a competição, uma bebida energética também ajuda neste processo.

O leite com chocolate, é sem duvida uma das bebidas pós treino e competição preferidas dos corredores. Um estudo feito pelo “Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism”, revelou que os batidos e leite com chocolate repõem a energia com a mesma eficácia que as bebidas energéticas. Outro estudo feito pela “Northumbria University”, revelou os mesmos resultados e suportou esta teoria. Estes estudos revelaram que os atletas tinham melhor performance entre corridas, se ingerissem bebidas à base de batidos comparativamente com outras bebidas energéticas.

As bananas contêm potássio, por isso a sugestão dada foi beber um batido de banana. Juntar a 250ml de leite meia banana e uma colher de chá de mel, com este batido terá uma combinação de proteínas e carbohidratos, é o ideal para uma recuperação muscular efetiva. Obviamente que existem vários batidos e combinações que pode fazer, mas certifique-se que contem carbohidratos.

Comer carbohidratos e proteínas

alimentaçãoO ideal seria comer algo que dê energia num período de 2 horas logo após o treino ou competição, mas todos nós sabemos que por vezes as coisas não são bem assim. Mas quanto mais cedo comer melhor. A sua principal preocupação deverá ser quando irá ingerir alimentos em vez da sua quantidade, dependendo da intensidade e do desgaste do treino deverá comer logo que possa.

Quando preparar a sua refeição tenha em atenção que deverá ter pelo menos 1/3 ou ¼ de carbohidratos (arroz, batatas, massas, pão, panquecas, ou mesmo tortilha). Também deverá ter na mesma proporção proteínas (peixe, ovos, carne, alimentos à base de soja). Misture com frutas e vegetais, esta será a combinação ideal para repor o “fuel” perdido.

O que ingerir no imediato é bastante importante, mas também tem que pensar no que comer nos dias seguintes para o seu recuperar dos estragos da competição. Dependendo da rapidez que você queira que o seu corpo recupere ou não, é imperativo que siga uma alimentação adequada à recuperação muscular. Se pensar em competir ou mesmo treinar de forma intensa nos dias a seguir à competição, as primeiras 24 a 48 horas depois da prova são fundamentais. Se não for competir nas semanas a seguir, ou se os treinos forem menos intensos, não terá que se preocupar tanto em seguir uma alimentação rígida para uma recuperação muscular mais rápida.

Existem vários alimentos que funcionam muito bem na recuperação muscular, feijão nas torradas são excelentes fontes de proteínas, acompanhadas com um café com leite. A cafeína é muito boa para a recuperação muscular por ajuda na reposição de glicogénio.

proteinaMuitos corredores bebem bebidas energéticas depois dos treinos ou competições. Mas sabia que segundo o “American College of Sports Medicine” ingerir proteínas antes do exercício é mais benéfico, porque o organismo transforma as proteínas pré exercício em aminoácidos e entram direto na ação de reparação muscular depois do exercício.

Fonte: WorldRunning.com

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta