Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

País em Cinzas invade Sanatório de Mont’alto

Pela quarta vez, a 09-06-2018, os Lusitanus Allianza Airsoft Clube realizam o seu evento anual de airsoft, colocando no mapa internacional da modalidade o Concelho de Gondomar, naquele que é um dos maiores e mais carismáticos jogos de Airsoft Nacional e que se denominará “ País em Cinzas ”.

No ano transato, organizou-se o Operação Máscara de Gás 2017, evento inserido na CED 2017 (Cidade Europeia do Desporto). Este ano, mantendo o registo de mais e melhor, é criada a Operação Máscara de gás 2018 – “ País em Cinzas ”.

País em Cinzas invade Sanatório de Mont’alto

Numa franca alusão à catástrofe ligada aos incêndios, que assolaram todo o país e à qual, o Sanatório de Mont’alto (local de realização de todos os Máscaras de Gás até então) não foi exceção.

Dado os sucessivos e crescentes sucessos dos anos anteriores, em especial no ano passado, no qual, pela primeira vez houveram vencedores nesta saga de eventos, o ano de 2018 não se distanciará do seu registo típico.

Não existirão missões fáceis. O desenrolar do evento está intrinsecamente ligado à concretização das missões por parte dos jogadores. Quanto mais tempo levarem a conclui-las, mais difícil será vencer.

 

Aliada à dificuldade do evento “ País em Cinzas ”, este ano, os jogadores vão sentir na pele a desolação do estado do terreno. O fogo do ano passado, destruiu por completo a vegetação existente e ainda não há mostras que a mãe natureza ira brindá-los com o nascer de nova.

87.000 m2 de área ardida, quase sem camuflagens naturais, com declives acentuadíssimos tornam o “ País em Cinzas ”, o Máscara de Gás um dos mais exigentes eventos da modalidade, simulando um país destruído pelos confrontos ocorridos na edição anterior.

Os 250 Jogadores deste ano, voltam a marcar presença no evento, vindos dos 4 cantos do país e da vizinha Espanha.

A diferença, este ano, não se pauta exclusivamente pela acentuação das dificuldades topográficas do terreno.

Uma forma de jogar mais técnica, tática e em conjunto

O número francamente desigual entre fações opostas, múltiplos objetivos físicos a serem ultrapassados, locais de contacto entre jogadores altamente vulneráveis, são exemplos do que pode esperar um participante do País em Cinzas. Obrigando a uma forma de jogar mais técnica, tática e em conjunto, o que nem sempre caracteriza a modalidade.

Aliado a tudo isto, os Lusitanus Allianza Airsoft Clube, organiza-se, por forma a garantir o bom ambiente entre os participantes.

Fazem parte, uns “mimos” distribuídos entre os mesmos, reforço alimentar no final, uma vez que serão 6 (seis) horas ininterruptas de jogo, permanente abastecimento de água aos jogadores, entre demais surpresas.

Acreditamos que, se este evento detém o carisma que o retrata, muito se deve a um local místico ligado à modalidade, a uma equipa forte e coesa na sua organização que constantemente está ao lado dos jogadores, a parcerias sólidas e permanentes com o Clube e sem sombra de dúvida à conduta exemplar de todos os que participam nos nossos eventos.

Esperamos, que mais uma vez, o Máscara de Gás, seja um marco no panorama do Airsoft Nacional.

Evento no Facebook.

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta