Banner superior
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Como tratar Tendinite pata de ganso

Muitos atletas que utilizam os membros inferiores na sua prática desportista, como é o caso de corredores de atletismo, jogadores de futebol, basquetebol, entre outras modalidades sofre desta patologia, da tendinite pata de ganso.

Tendão Pata de Ganso

O tendão pata de ganso localiza-se na região interna da tíbia e é a parte inicial dos músculos semi-tendinoso, recto interno e sartório. As suas funções permitem a flexão do joelho, promovem a rotação interna do joelho, auxiliam nas forças em valgo, bem como nas forças rotativas do mesmo.

Nesta região, existe uma bolsa sinovial que irá libertar o líquido sinovial (“óleo das articulações”), reduzindo o atrito entre tendões e osso, promovendo neste caso a proteção das estruturas.

ganso

O que é uma tendinite?

A tendinite é uma inflamação dos tendões que causa dor localizada e por conseguinte, dificuldade em movimentar a área afetada. Pode manifestar-se através de um ligeiro inchaço ou vermelhidão no local, calor, dor, edema e hiperemia intensa.

As causas mais frequentes desta lesão são:

– Excesso de treino;
– Movimentos incorretos;
– Aumento súbito dos treinos e corridas em declives;
– Encurtamento dos músculos isquiotibiais;
– Lesão do menisco medial;
– Joelhos valgo;
– Instabilidade zona interna;
– Pé chato;
– Tipo de passada na corrida.

O terapeuta ao fazer o seu diagnóstico deteta normalmente os seguintes sintomas:

– Dor ao subir e descer escadas na região interna do joelho;
– Dor ao levantar de uma cadeira;
– Edema no local (inchaço);
– Dor a palpação da região;
– Dor para caminhar.

Acupuntura e massagem na Tendinite de Pata de Ganso

Qualquer tipo de lesão tem um estado inicial onde os seus sintomas poderão ser diferentes ao longo do tempo. Uma primeira fase da lesão denomina-se por fase aguda, que são os primeiros 15 dias após os primeiros sintomas.

Numa segunda fase da lesão, denomina-se por fase crónica. Esta fase torna-se mais difícil de recuperar e tratar, visto que a patologia começa a afectar tecidos cada vez mais profundos e a inflamação torna-se mais grave.

A electro-estimulação TENS é muito utilizado em este tipo de patologias, quer na fase aguda quer na fase crônica. O tempo recomendado para aplicação do TENS será entre os 20 a 30 minutos por dia.

Acupuntura é uma boa solução

A Acupuntura é uma boa solução para este tipo de casos. A Inserção da agulha provoca estímulos a músculos e a estruturas mais profundas. Ao estimular diversos pontos de acupuntura e no local da lesão, aumentamos a circulação sanguínea, linfática e ajuda no alívio da dor. Ao melhorar a circulação sanguínea vai existir maior fornecimento de oxigénio e nutrientes que ajudam o músculo e tendão a restabelecerem a sua função, por conseguinte, existe uma aceleração do processo de recuperação da lesão.

O sistema linfático é responsável pela eliminação de toxinas que permanecem no nosso corpo, bem como, o fornecimento de células do nosso sangue que são responsáveis pelo sistema imunológico (Sistema de defesa) – Glóbulos Brancos.

Para cada caso, este processo dever ser avaliado por um profissional devido ao facto de existirem algumas contraindicações (pacemaker, próteses, problemas cardíacos, etc.).

Massagem em conjunto com acupuntura

A massagem em conjunto com acupuntura é uma boa solução para ajudar a drenar líquidos, relaxar os tecidos e estimular os fluxos sanguíneos e linfáticos. Uma massagem com técnicas miofasciais irão ajudar a libertar as fáscias (tecido fibroso que envolve o conjunto de músculos), através combinações de movimentos de deslizamento, amassamento e fricção, com objetivo de obter o relaxamento dos tecidos.

As ventosas têm o poder incrível quando conjugado com outras terapias como acupuntura, massagem, TENS, entre outras. A ventosa irá fazer uma sucção dos tecidos e o nosso Sistema Nervoso Central vai direcionar o sangue e o nosso mecanismo defesa para o local da ventosa. Promovendo assim uma maior oxigenação destes tecidos, permitindo a libertação de toxinas do sangue e do músculo com mais facilidade, ajudando na recuperação muscular.

Visualize também:

 Acupuntura – Benefícios para o Desporto

Fadiga Muscular o que é ? O que a provoca?

Texto / Fotos: Joaquim Ribeiro (Terapeuta) – Acupumed

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta