ADÃO PINTO “PODERÍAMOS TER FEITO O PLENO DE VITÓRIAS”

Adão Pinto

Foto: DR

Nos últimos três anos, o penafidelense Adão Pinto tem sido o grande dominador da Nacional 2RM do Campeonato de Portugal de Ralicross.

Aguerrido e talentoso, o piloto nascido em terras de Abragão chegou em 2023 ao terceiro título consecutivo, vencendo ainda nas contas da Divisão 2, mesmo tendo enfrentado uma época em que nem tudo foram ‘rosas’.

Adão Pinto no início da temporada, o que esperava de 2023?

O meu objetivo era revalidar os títulos.

Mesmo sendo dos pilotos com meios limitados e obrigado a fazer um esforço enorme para competir, pois trabalho em França e, cada corrida, exige muito em termos logísticos e financeiros, sempre que entro em pista, é para discutir a vitória e, obviamente, para estar na luta pelos títulos.

Foi difícil, pois a concorrência na Nacional 2RM é, felizmente, muito forte, mas conseguimos e, como tal, cumprimos tudo a que nos propusemos.

Foto: DR

Qual foi o maior desafio?

O maior desafio e também o momento mais significativo do ano aconteceu na Taça de Portugal, em Lousada.

E nada teve a ver com a minha época pessoal. Viver o momento da estreia do meu filho André foi algo único.

Rebentei de orgulho, mas também de nervosismo, pois queria que tudo lhe corresse bem.

Foi um fim-de-semana inesquecível, para mim, para ele, para a mãe, para a família e para os amigos.

Saí de Lousada muito orgulhoso com a exibição dele!

Adão Pinto
Foto: DR

E o momento mais despontante Adão Pinto?

Apesar dos problemas noutras provas, que nos tiraram alguns pontos, o momento mais despontante aconteceu já na última prova.

Estavam os títulos em discussão e os problemas técnicos que afetaram o carro iam deitando tudo a perder.

Felizmente, com o apoio da minha equipa, conseguimos ir gerindo a situação até ter os pontos necessários para revalidar os títulos.

Foto: DR

Que balanço faz da época?

O balanço só pode ser muito positivo.

Fomos campeões e, se não tivéssemos tido tantos problemas técnicos, julgo que poderíamos ter feito o pleno de vitórias.

Mas, quero dar os parabéns a quem também venceu, principalmente à Rafaela pelo triunfo merecido na Taça.

É sinal de que temos um campeonato competitivo e isso é o que mais me motiva.

Adão Pinto
Foto: DR

Já tem os seus planos definidos para 2024?

Muito gostaria de poder ambicionar trocar de ‘montada’ e até mudar de Divisão, mas não vou entrar em loucuras financeiras.

Correr é um passatempo e a família e o trabalho estão sempre primeiro.

Vamos trabalhar no Astra, prepará-lo de forma afincada para tentar debelar de vez algumas fragilidades e lá estaremos em pista para tentar chegar ao tetracampeonato!

Parceiros

Deixe um comentário