ARMANDO VENCE APÓS DUELO DISPUTADO A TRÊS

Armando Freitas

A rampa inaugural do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group 2023, Porca de Murça, contou com seis dezenas, provando o crescente interesse que o CPM tem ostentado.

Foi uma vez mais, o concelho de Murça, a ter as merecidas honras de acolhimento da abertura de mais uma temporada que promete vir a ser intensa e capaz de continuar a atrair os favores dos aficionados.

Ao longo do fim-de-semana, o campeão nacional em título, Armando Freitas enfrentou oposição musculada por parte de João Diogo Santos (Fiat Punto) e Tiago Santos (Citroen AX), com os três pilotos a protagonizarem uma refrega intensa, rodando todas à parte do restante plantel dos 1300.

Leia também

PORCA DE MURÇA COM PLANTEL DE LUXO

Armando Freitas

Armando Freitas vence em Murça após duelo disputado a três

Nas subidas de prova, o piloto do Toyota Starlet elevou a fasquia e conquistou uma vitória suada, mas merecida.

No dia de sábado, jornada inaugural da rampa, João Diogo Santos foi o mais forte nos 1300, fechando a com um avanço de 1 segundo Armando Freitas (Toyota Starlet).

O murcense Tiago Santos (Citroen AX Sport) foi o mais rápido numa das sessões de treinos e esteve sempre muito forte na rampa “da casa”, terminando o dia no 3º posto a 3,2 segundos da liderança.

Mas a manhã de domingo trouxe “outros Ventos” e Armando Freitas cedo deu a perceber que estava com outro andamento.

A mudança foi tal que, nas duas subidas de prova de domingo, rodou sempre mais de cinco segundos abaixo do temo realizado no sábado, cedo se distanciando dos seus dois adversários, concluindo a prova com 6,9 segundos de vantagem sobre Diogo Santos, quedando-se Tiago Santos pelo 3º posto, a 8,3.

Na competição reservada aos Clássicos 1300, Carlos Delgado (Ford Escort MKI) foi um justo vencedor, sendo de realçar que Domingos Fernandes (Autobianchi A112 Abarth) venceu uma das subidas de prova e bateu-se de forma firme com o seu adversário, assegurando o 2º posto final.

Parceiros

Deixe um comentário