Artigos desportivos, dicas para comprar online

Artigos desportivos

O estado de exceção em que vivemos há quase um ano levou-nos a alterar hábitos que até então tínhamos como adquiridos. A forma como compramos é uma delas.

A conjugação de fatores como o fecho das lojas físicas, o medo de contágio ou as limitações à nossa liberdade de movimentos, levou a um aumento expressivo das compras online.

A procura de hábitos de vida mais saudáveis em tempos de pandemia levou os consumidores portugueses a aproveitarem a profusão de sites e lojas especializadas em artigos desportivos existentes no ecossistema digital e as constantes promoções que estes levam a cabo, para comprarem, entre outros, sapatilhas, calças de desporto e bicicletas (estáticas ou não).

Com muitos a comprarem online pela primeira vez, é natural que se levantem questões relacionadas com a segurança das compras e pagamentos online.

De acordo com o Portal da Queixa, e noticiado pelo Dinheiro Vivo em ano de pandemia, as queixas relacionadas com as compras online sofreram um aumento de 155% face ao ano anterior. Entre os principais motivos de queixa encontram-se a falha e atraso de entrega (41%); burla (23%); apoio ao cliente (18%); pagamento (11%); devoluções e/ou troca (4%); e envio de produto errado (3%).

Texto: Fernando Gonçalves
Fotos: Depositphotos.com

De modo a que consiga comprar os melhores artigos desportivos e pagá-los em segurança, siga as dicas que lhe deixamos de seguida:

Artigos desportivos

Comprar artigos desportivos online: dicas essenciais

Antes da compra

Utilize conexões seguras para fazer compras online

Uma das condições essenciais à segurança nas compras online é a privacidade e, por isso, deve evitar usar acessos públicos, como redes de centros comerciais ou cafés e computadores partilhados. Sempre que possível, use o seu próprio computador, tablet ou telemóvel e evite aceder através de redes de wi-fi públicas.

Quando compra online ser-lhe-ão requisitados dados sensíveis como o acesso aos dados do seu cartão, o seu número de telefone ou a sua morada. Torna-se assim importante que faça a compra quando estiver conectado(a) numa rede de wi-fi segura e privada. Redes públicas e abertas podem ser mais fáceis de piratear, apresentando um risco maior.

Assegure que o seu dispositivo está seguro

No computador, telemóvel ou tablet, certifique-se de que está protegido contra malwares. É essencial, não apenas para as compras, mas para a toda a sua atividade online, ter um programa antivírus atualizado e um firewall ativado. Isto para que possa filtrar o tráfego da internet.

Não confie no cadeado de segurança dos websites

Apesar de muitos utilizadores de Internet considerarem que o facto de um site ter o símbolo do cadeado na barra de endereços, bem como um ‘S’ no final do HTTP, são uma garantia de segurança e fiabilidade de um website, isto não corresponde inteiramente à verdade. Hoje em dia é extremamente fácil obter um certificado TLS válido e a possibilidade de que um website legítimo possa ter sido atacado é grande.

Evite aceder a sites a partir de links, optando por inserir diretamente o endereço e verificando se este é mesmo o endereço oficial.

Procure também verificar as Políticas de Privacidade do Site e pesquise informação adicional sobre a marca/empresa, de modo a conferir a sua credibilidade. E não deixe de pesquisar comentários e experiências de outros utilizadores, assim como de analisar a informação existente nas redes sociais.

Uma última nota para as compras online a particulares: nestes casos tome cuidados adicionais, dado que, neste tipo de transações, pode ser mais difícil fazer valer os seus direitos.

Durante a compra

Leia as informações da loja online e os termos de venda

De acordo com a legislação em vigor, todas as lojas online devem apresentar informações completas de identificação da empresa ou vendedor tais como nome ou denominação social, endereço geográfico em que se encontra estabelecido e endereço eletrónico, registo comercial e número de identificação fiscal.

Antes de partir para uma compra online procure estas informações de modo a assegurar que a loja online é fidedigna.
Para além destes parâmetros, a loja online tem também o dever de informar os clientes sobre as condições de devolução e reembolso, prazos e custos de entrega, assim como informar o valor real dos produtos em caso de saldos, promoções ou reduções, de acordo com a “Lei dos Saldos, Promoções e Liquidações”.

Se os preços que a loja online lhe apresenta são demasiados baixos quando em comparação com outras lojas do género, desconfie.

Artigos desportivos
Foto: Depositphotos.com

Tenha em atenção o método de pagamento

A segurança das suas compras online de artigos de desporto passa, igualmente, pela atenção ao método de pagamento. Por isso, não forneça dados pessoais ou confidenciais que não os absolutamente necessários para realizar o pagamento.

À semelhança do que acontece com o homebanking, a partir deste ano, os bancos/prestadores de serviços de pagamento vão passar a solicitar autenticação forte aos seus clientes, sempre que estes realizam compras online com cartão.

Na prática, isto significa que os bancos/prestadores de serviços irão passar a solicitar ao consumidor dois ou mais elementos pertencentes às categorias de “conhecimento” (password), de “posse” (código enviado por SMS para o telemóvel, provando, desta forma, a posse do dispositivo), e de “inerência” (impressão digital, por exemplo) aquando de um pagamento online com cartão.

Para além da segurança, há que também ter em conta as vantagens em termos de poupança que alguns métodos de pagamento nos trazem na hora de concluir uma transação online.

Este é o caso dos cartões disponibilizados pelo Unibanco. Além da segurança por via da autenticação forte e adaptabilidade aos pagamentos online, um cartão Unibanco permite-lhe ainda poupar no processo dado tratar-se de um cartão com cashback.

Este cartão de crédito sem anuidade vem com cashback, uma funcionalidade que lhe dá a possibilidade de receber de volta até 200 euros das compras que efetuou.

Para além de cumprir com a totalidade dos requisitos das novas definições de segurança para compras online (autenticação forte), um cartão de crédito com cashback do Unibanco dá-lhe segurança adicional através dos serviços 3D Secure, MB net (cartões virtuais que podem ser associados ao seu cartão) e alertas de segurança sempre que for ultrapassado o limite máximo por transação definido pelo cliente.

Em todo o caso, escolha a modalidade de pagamento em que sente mais segurança, tendo em vista também o produto que vai comprar.

Foto: Depositphotos.com

Depois da compra

Conserve a caixa e o comprovativo da compra

Por vezes, o artigo que encomendou não corresponde ao que comprou ou vem estragado. Para que possa pedir a devolução do dinheiro ou a troca do produto, deve guardar a caixa e o comprovativo da compra.

Logo após uma compra online, o vendedor deve enviar imediatamente a fatura em formato digital. Como salvaguarda, caso não receba a fatura no formato digital, pode garantir um print screen dos dados da operação.

Mantenha-se atento ao seu extrato bancário e, caso suspeite de fraude, contacte o seu banco e as autoridades pessoais.

Faça valer os seus direitos enquanto consumidor

Os seus direitos enquanto consumidor mantêm-se quando compra online. Entre estes direitos contam-se, por exemplo, a desistência da aquisição ou subscrição de um produto ou serviço no prazo de 14 dias.

Se não sabe quais são os seus direitos, pode obter informação nestes dois sites:

Portal do Centro Europeu do Consumidor

Plataforma da DECO em Portugal para as compras online

Caso queira apresentar queixa, pode fazê-lo no Portal da Queixa ou no Livro de reclamações online.

Classifique a experiência de compra e o site do vendedor

Sempre que possível, classifique e deixe o seu testemunho sobre a sua experiência de compra no site ou nas redes sociais do vendedor. Para além de afetar a reputação online da loja online, isto ajudará outras pessoas a saberem se aquele site é seguro ou não.

Parceiros

Deixe uma resposta