Campeonato do Mundo de Paraciclismo em Cascais arranca com ouro italiano

Italianos Campeões Mundiais

O Campeonato do Mundo de Paraciclismo arrancou ontem, no Circuito Estoril, Cascais, com triunfo da seleção de Itália na única corrida do programa desta jornada, a estafeta.

O trio italiano tinha a missão de defender o título conquistado na edição anterior e foi bem sucedido, apesar da luta dada pela equipa espanhola.

Texto / foto: União Velocipédica Portuguesa – Federação Portuguesa de Ciclismo

Campeonato do Mundo de Paraciclismo, trio italiano revalida o título

Diego Colombari, Luca Mazzone repetiram a presença na formação transalpina, tendo Paolo Cecchetto substituído Alexandro Zanardi, que, entretanto, sofreu um grave acidente e está ausente da competição, impedido de revalidar os títulos de 2019.

A luta foi renhida com a formação espanhola constituída, por Isarael Rider, Sergio Garrote e Luis Miguel García-Marquina, durante a maior parte dos 17,8 quilómetros de uma corrida em que cada paraciclistas completava três voltas a um perímetro de 1900 metros.

Na fase final os italianos puxaram pelos galões do favoritismo e destacaram-se para um incontestável triunfo em solitário. Espanha ficou na segunda posição, a 17 segundos.

Campeonato do Mundo de Paraciclismo
Pódio da Estafeta

A Alemanha, que se atrasou durante a fase central da corrida, recuperou posições, levando ao pódio Annika Zeyen, Bernd Jeffre e Vico Merklein, com mais 38 segundos do que os vencedores.

Antecedeu o inicio da prova a Cerimónia de Abertura

A prova foi antecedida da Cerimónia de Abertura, na qual participaram as escolas de ciclismo da área da Associação de Ciclismo de Lisboa e na qual intervieram Artur Lopes, em representação da União Ciclista Internacional, Sandro Araújo, Diretor da Organização, José Manuel Lourenço, presidente do Comité Paralímpico de Portugal, Frederico Nunes, vereador da Câmara Municipal de Cascais, e a secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes.

Mundial de Paraciclismo
Cerimonia Abertura

O Dia de Portugal será muito preenchido com as primeiras finais de contrarrelógio.

Vão estar em ação sete portugueses.

O primeiro a competir, em C2, será Telmo Pinão, às 10h19. Bernardo Vieira, em C1, parte às 11h24. Manuel Ferreira, às 14h23, e Hélder Maximino, às 14h29, competem em C5. Paulo Teixeira, às 15h30, representa Portugal em C4, e a dupla Ana Silva/Isabel Caetano estreia-se na classe B, às 16h46.

Parceiros

Deixe uma resposta