Campeonato do Mundo de Pesca Submarina em Portugal

Mundo de Pesca

A Federação Portuguesa de Atividades Subaquáticas (FPAS), sob a alçada da Confederação Mundial das Atividades Subaquáticas (CMAS) e em parceria com a Câmara Municipal de Vila do Bispo, organiza em setembro o XXXI Campeonato do Mundo de Pesca.

A prova terá lugar, entre os dias 6 e 9 de setembro, na vila de Sagres e representa um marco importante para Portugal na área das atividades subaquáticas, serão esperadas mais de 400 pessoas entre atletas e as respetivas comitivas de cerca de 25 países.

Mais de 400 participantes para promover atividades subaquáticas no Campeonato do Mundo de Pesca

O evento começa com a receção aos participantes, no dia 6, seguindo-se, no dia 7, um passeio turístico e a Cerimónia de Abertura do Campeonato. Nos dias 8 e 9, decorre a competição, que culmina com a cerimónia de entrega de prémios e o jantar de encerramento, no último dia.

A competição, em equipas e individual pretende promover a prática da pesca submarina, desconstruindo alguns mitos relacionados com este desporto como a contribuição para a extinção das espécies.

Neste sentido, importa referir que só são permitidas capturas das espécies com valor desportivo, identificadas no regulamento particular da prova, com limites mínimos de peso e quotas por espécie. Todas as capturas realizadas durante a prova serão oferecidas a instituições de solidariedade social.

Último mundial organizado em Portugal, Portugal foi Campeão Mundial por Equipas

De recordar que o último mundial organizado em Portugal aconteceu em Sines, em 2006, no qual Portugal foi Campeão Mundial por Equipas. Já em 2011, em Peniche, sagrou-se Campeão Individual na prova Euroafricana e Campeão Mundial Individual, em Vigo, no ano seguinte pelo mesmo atleta algarvio Jody Lot.

Nesta prova, a equipa portuguesa será orientada por Rui Torres que tem na sua lista de convocados os atletas Jody Lot, André Domingues, Pedro Domingues, Matthias Sandeck, João Peixeiro e Miguel Santos.

Ricardo José, Presidente da FPAS, acredita que “Portugal é um sério candidato à vitória, tanto na modalidade de equipas como individual”.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto /  Foto: FPAS

Parceiros

Deixe uma resposta