Catarina Costa destaca-se no Grand Slam de Tel Aviv

Grand Slam Brasilia

Catarina Costa - Foto de arquivo

O Grand Slam de Tel Aviv 2021 começou esta quinta-feira, 18 de fevereiro, com 6 Judocas Portugueses em ação, destacando-se Catarina Costa e Wilsa Gomes.

A prova conta com 422 Atletas (248 Masculinos e 174 Femininas) de 60 Países, a combater até este sábado, 20 de fevereiro.

Israel recebe a segunda etapa do circuito mundial de judo que volta a reunir a Elite Mundial da modalidade ao longo destes 3 dias, numa fase cada vez mais decisiva da qualificação olímpica.

Neste dia inaugural, dedicado às categorias -48 kg, -52 kg e -57 kg femininas e -60 kg e -66 kg masculinas, combateram 6 Atletas Lusos.

Página da Federação Portuguesa de Judo.

Catarina Costa
Catarina Costa – Foto de arquivo

Catarina Costa a melhor classificada

Catarina Costa (-48 kg) estreou-se com uma vitória na segunda ronda, eliminando a jovem italiana de 19 anos, Assunta Scutto (Campeã Europeia de Cadetes em 2019, conta também com 3 vitórias nas Taças da Europa de Cadetes e Juniores realizadas em Coimbra, terra natal de Catarina Costa), com um ‘ippon’ em período de ‘ponto de ouro’.

Nos quartos-de-final, contra a russa Sabina Giliazova (16ª do ranking), a portuguesa voltou a ter um confronto equilibrado, resolvido novamente com um ‘ippon’ no período de ‘ponto de ouro’.

A Atleta Lusa encontrou a Bicampeã Mundial Daria Bilodid (nº2 do mundo) na Semifinal.

Após quase 7 minutos de combate, a ucraniana conseguiu o ‘ippon’ que tirou a portuguesa da final.

Na luta pela Bronze, perante a rival espanhola Julia Figueroa, nº7 do ranking, a jovem de Coimbra foi surpreendida aos 2 minutos do combate, com uma técnica de imobilização que originou em ‘ippon’.

Com este resultado, Catarina Costa alcançou o 5º lugar.

Wilsa Gomes – Foto de arquivo

Wilsa Gomes conquista uma honrosa 7ª posição

Na categoria -57 kg, Wilsa Gomes somou a primeira vitória perante a italiana Silvia Pellitteri, Vice-Campeã Europeia de Juniores em 2019, com um ‘ippon’ pontuado aos 87 segundos.

Na segunda ronda, eliminou a ucraniana Mariia Skora, 39ª da hierarquia mundial, por ‘wazari’.

Nos Quartos-de-final, defrontou a francesa Sarah Leonie Cysique, que em janeiro conquistou a medalha de prata no Masters de Doha 2021.

A portuguesa mostrou-se à altura do desafio contra a nº5 mundial, disputando os 4 minutos de combate, mas não conseguiu responder ao ‘wazari’ da francesa.

Relegada para as repescagens, a jovem portuguesa falhou o acesso ao Bloco de Finais, cedendo por ‘ippon’ contra a 13ª do ranking, Julia Kowalczyk (Medalha de Bronze no Mundial de 2019) da Polónia.

Com este resultado, Wilsa Gomes termina numa honrosa 7ª posição.

Maria Siderot – foto e arquivo

Maria Siderot surpreendida por ‘ippon’

Maria Siderot (-48 kg) começou com uma vitória contra a indiana Shushila Devi Likmabam, 46ª classificada do ranking, com um ‘wazari’ pontuado em período de ‘ponto de ouro’.

No combate seguinte, foi surpreendida pelo ‘ippon’ (‘wazari’ e imobilização) da servia Milica Nikolic, 17ª do ranking, concluindo a sua caminhada.

Na sua estreia na prova, Joana Diogo (-52 kg) trinfou sobre a americana Angelica Delgado, 16ª do ranking mundial, alcançando o ‘ippon’ a 20 segundos do fim do combate.

Na ronda seguinte, a portuguesa não conseguiu evitar o ‘ippon’ da russa Alesya Kuznetsova, Vice-Campeã Europeia em 2017, atualmente na 63ª posição do ranking.

Catarina Costa
João Crisostomo – foto de arquivo

João Crisóstomo eliminado pelo terceiro ‘shido

Nos -66 kg, João Crisóstomo iniciou a sua caminhada na segunda ronda, onde eliminou o peruano Juan Postigos (42º do ranking), Vice-Campeão Panamericano em 2019, por ‘wazari’.

Nos oitavos-de-final, perante o 22º classificado do ranking mundial, Sardor Nurillaev do Uzbequistão, o Judoca Luso cometeu o terceiro ‘shido’ já no período de ‘ponto de ouro’, terminando a sua prestação.

Rodrigo Lopes
Rodrigo Lopes – Foto de arquivo da autoria de Sabau Gabriela

Rodrigo Lopes não superou o seu primeiro adversário

Rodrigo Lopes (-60 kg) não conseguiu superar o seu primeiro adversário, o Campeão Asiático de Juniores em 2018, Kubanychbek Aibek Uulu (48º do mundo).

Após quase 9 minutos de um combate bastante equilibrado, com o marcador empatado com um ‘wazari’ e dois ‘shidos’ para cada lado, foi o jovem luso a cometer a terceira penalização, resultante na vitória do atleta do Quirguistão.

Recordamos que a Comitiva Portuguesa presente no evento é composta por 8 Atletas (5 Femininas e 3 Masculinos):
Catarina Costa (-48 kg);
Maria Siderot (-48 kg);
Joana Diogo (-52 kg);
Wilsa Gomes (-57 kg);
Rochele Nunes (+78 kg);
Rodrigo Lopes (-60 kg);
João Crisóstomo (-66 kg);
e João Fernando (-73 kg);
que são acompanhados pelos Treinadores Ana Hormigo e Pedro Soares.

A competição recomeça esta sexta-feira, 19 de fevereiro, com as categorias -63 kg, e -70 kg femininas e -73 kg e -81 kg masculinas.

João Fernando é o único representante luso a entrar no tatami.

Os combates iniciam-se às 10h00 locais (07h00 em Portugal Continental).

Parceiros

Deixe uma resposta