Condições atmosféricas adversas não impede realização do evento

09-Amigos-Montanha

A II Taça Ibérica de Trail Cerveira-Tomiño duplicou o número de inscritos, em relação às edições anteriores, mas também despertou o interesse de entidades responsáveis que avaliaram a integração da prova no calendário do circuito nacional.

Ressalvando a importância de “um crescimento sustentado da atividade, mantendo a mesma qualidade”, o autarca cerveirense, Fernando Nogueira, sublinhou um evento que alia desporto e convívio, às boas condições para a prática da modalidade e com um impacto muito positivo na consolidação do intercâmbio transfronteiriço entre Cerveira e Tomiño.

Quando questionado sobre o elemento diferenciador do Trail de Cerveira, Carlos Alcobia, da EDV Viana, não tem dúvidas: “A dureza do percurso pelas caraterísticas naturais que apresenta é aquele fator que mais marca este evento. É uma prova muito técnica e apelativa que se constitui como um verdadeiro desafio a todos os atletas. Para terem uma ideia, numa escala de dificuldade de 1 a 4, o Trail Curto 21k é avaliado com o grau 4”. E acrescentou: “Cerveira já marcou a sua posição no Trail Running e, este ano, o nível competitivo é mais elevado”.

Entre as novidades que foram introduzidas nesta segunda edição estava a instalação do ponto de partida e chegada em pleno centro histórico (Praça Alto Minho), bem como a realização do I Sunset Ibérico após a entrega de prémios. Ao nível técnico, cada prova também apresentou algumas alterações relativamente ao ano passado, nomeadamente a atribuição de alguma competitividade à Caminhada/Mini Trail 10km, com tempos e classificações; uma maior interação com a população de algumas freguesias e um desnível mais elevado no Trail Curto de 21km e no Ultra Trail 50km.

Com vários postos de abastecimento colocados estrategicamente ao longo do percurso, a organização deixa algumas recomendações para a superação do desafio: uma alimentação saudável e muita atenção com a hidratação, uma boa preparação física e o uso de material adequado às necessidades de cada um.

A prova foi disputada com condições climatéricas adversas, o que tornou o grau de dificuldade da competição muito elevado. Num dia de frio e chuva, a prova tornou-se ainda mais dura a impor dificuldades adicionais aos atletas.

No Mini-Trail/Caminhada na distância de 10 kms Fábio Paz – Kersport – 57m 39s foi o vencedor, seguido de José Rey Atletismo Porrino – 58;04 e João Jaques – Olimpico Vianense Trail – 1:04;09, Sandra Fernandes – Fridão sem Limites – 1:19;18 venceu o sector feminino, com Cláudia Cunha – Individual – 1:20;42 a conquistar o lugar imediato e o 3º a ser obtido por Cintia Fernandez – Individual – 1:24;26

Nos 21 Kms com um desnivel de 1.500 mts Luís Duarte – Run.pt – 1:58;00 venceu, Armandino Taborda – Satecnosol – 2:01;05, 2º classificado e 3º Rui Laranjeira – Experenciar – 2:03;01, a vencedora foi Susana Simões Corremos.pt – 2:41;30, Olga Martins – GTT Armazém do CAF – 2:43;14 ocupou o lugar imediato, e Carla Leite – Clube Sem Clube – 2:43;14, completou o pódio.
Nesta distância Isabel Martins – Amigos da Montanha, obteve 4:04;20, conseguindo o 4º lugar no escalão F50.

Nos 50 kms com um desnivel de 3.100 mts, Nuno Silva – Desnivel Positivo – 5:24;25 ganhou, 2º João Rodrigues – Amigos da Montanha – 5:53;48 e 3º Stefan Almeida AMCFArrábida – 5:53;48,no sector feminino Lucia Lourenço – AVF – 8:26;04 venceu, Maria Vazquez – Grupo Cuevas Nogueir – 8:38;28 em 2º e 3º Maria Pinto – Águias de Alvelos – 8:44;19.

Os Amigos da Montanha nesta distância participaram com cinco atletas, para além do referido João Rodrigues, 2º classificado da geral e 2.º no escalão sénior. No mesmo escalão, Bruno Silva (6:04:05) conseguiu o 4.º lugar e a mesma posição na classificação geral, e Nuno Soares (6:46:22) foi 7.º classificado. Carlos Peixoto, com o tempo de 6:37:48, subiu ao pódio para o segundo lugar do Escalão M40. Manuel Ferreira (8:01:44) conquistou também o segundo lugar em M50. Os excelentes resultados conseguidos pelos atletas levaram a equipa ao lugar mais alto do pódio na prova mais longa.

Parceiros

Deixe uma resposta