A edição de 2021 da Taça de Portugal de Pista Jogos Santa Casa terminou no Velódromo Nacional, em Sangalhos, Anadia com corridas empolgantes.

Os mais de 130 participantes ofereceram um bom espectáculo desportivo, marcado por duelos acesos, sobretudo nas corridas de juniores e de cadetes masculinos.

Texto: União Velocipédica Portuguesa – Federação Portuguesa de Ciclismo

Taça de Portugal de Pista com corridas empolgantes até ao final

Nos juniores masculinos João Martins (Academia Ciclismo de Paredes) apresentou-se poderoso, conquistando a geral de corrida por pontos e de scratch.

corridas
João Martins

Foi ainda o mais forte na eliminação, neste sábado, mas na geral desta disciplina não superou o mais regular Sérgio Saleiro (CC Barcelos/AFF/Flynx/HM Motor), que levou para casa a Taça de Portugal.

O programa da competição terminou com o concurso olímpico de omnium para juniores masculinos.

Os gémeos Saleiro (CC Barcelos/AFF/Flynx/HM Motor) entraram a todo o gás, triunfando nas três primeiras corridas do programa.

Sérgio Saleiro foi o primeiro no scratch, cedendo o protagonismo ao irmão Diogo na corrida tempo e na eliminação.

Estas vitórias colocaram Diogo Saleiro no comando à entrada para a decisiva corrida por pontos.

Os 20 quilómetros – 80 voltas à pista – não modificaram a toada geral do omnium, embora os irmãos barcelenses tenham vivido um sobressalto.

A meio da prova, Alexandre Moreira (Crédito Agrícola/Alcobaça CC) ganhou uma volta ao pelotão e colocou-se no comando.

Diogo e Sérgio Saleiro pontuaram o suficiente para recuperar as posições cimeiras e terminaram com uma imensa demonstração de força.

A dez voltas do fim isolaram-se e pedalaram à frente dos demais até ao final.

Contas feitas, Diogo Saleiro somou 145 pontos, mais 12 do que Sérgio Saleiro e mais 14 do que Alexandre Moreira.

Na geral da Taça registou-se um empate entre os gémeos, com vitória de Diogo Saleiro.

Podium Taça Omnium Juniores

Beatriz Roxo (Academia Ciclismo de Paredes) fez o pleno entre as juniores femininas, subindo ao lugar mais alto do pódio em scratch, eliminação e corrida por pontos.

Nas cadetes femininas também houve uma corredora que conseguiu impor-se nas três disciplinas. Foi Marta Carvalho (Extremosul/Hotel Alísios/Cenmais).

Outros escalões em competição

Cadetes

Gabriel Baptista (Landeiro/KTM/Matias & Araújo/Frulact) protagonizou os momentos mais fortes das provas de cadetes.

Ganhou a geral da Taça na corrida por pontos e na eliminação, vencendo também as provas deste sábado. Foi ainda o primeiro a cortar a meta em scratch, mas fê-lo com um sprint irregular.

A relegação de Baptista guindou Miguel Batista (Centro Ciclismo de Loulé) para a vitória na prova e também na Taça.

Juvenis

Os juvenis, categoria de escolas na transição para as categorias de competição, também tiveram oportunidade de disputar a Taça de Portugal, nas disciplinas de scratch e corrida por pontos.

Bruna Gonçalves (ADRT Tondela/Serra do Caramulo) foi a mais forte no setor feminino, impondo-se em ambas as provas.

Entre os rapazes também houve um único vencedor nas duas disciplinas, Gonçalo Rodrigues (Landeiro/KTM/Matias & Araújo/Frulact).

Veteranos

Entre os veteranos destacaram-se:

os masters 30 Gonçalo Santos (Vulcal/Centro Ciclista do Centro), vencedor da Taça de scratch, e Carlos Ferreira (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel), melhor em eliminação;

o master 40 José Leite (CPR A-do-Barbas / Akiplast/PVS), superior nas duas disciplinas;

master 50 Manuel Rodrigues (ACD Milharado / DriveonHolidays / Mafra), primeiro em eliminação e scratch;

e os masters 60 Jaime Ambrósio (Academia Joaquim Agostinho/UDO/CYR), vencedor da geral de eliminação, e César Mendonça, que se impôs em scratch.

João Jerónimo (ACD Milharado/DriveonHolidays/Mafra) impôs-se nas duas disciplinas nas provas para amadores de elite.

corridas

Paraciclistas

Os paraciclistas também competiram na Taça de Portugal Jogos Santa Casa, em disciplinas de contrarrelógio, a perseguição individual e os 500 metros.

Com a presença de cinco atletas, um por cada categoria, tiveram honras de pódio Ana Silva e Isabel Caetano (Descobre Destreza Associação Desportiva), na classe B, André Soares (Mato-Cheirinhos/Vila Galé/Etopi), em D, Telmo Pinão (Efapel Paracycling), em C2, Pedro Teixeira (Rodabike/ACRG/Gondomar), em C3, e Cláudio Carvalho, em C4.

O ciclismo de pista regressa ao Velódromo Nacional de 21 a 23 de janeiro, com a disputa do Troféu Internacional Município de Anadia, competição de classe 1 UCI, na qual são esperados alguns dos melhores especialistas mundiais.

Parceiros

Deixe uma resposta