Crónica de uma lesão – Canelite ou periostite? Qual o termo corrreto?

Em toda a actividade física pode surgir algum problema ósseo ou musculares, principalmente quando se realiza a actividade da forma errada, quando há sobcarga na quantidade ou na intensidade da actividade ou seu corpo não está preparado para tal.

É bastante frequente, e todos já ouvimos falar da famosa dor na canela. Verdade? Essa dor pode estar relacionada com a canelite.

Texto: Rita Barroso – Equilibrium Centro Terapêutico

Visualize também Crónica de uma lesão! Vou ter de parar de treinar?

O que é a canelite?

Canelite é o nome popular para o síndrome do stress da tíbia (o osso mais largo da perna).

Este síndrome é caracterizado pela inflamação do lado interno da tíbia, mais precisamente na camada do periósteo e pode afectar também os tendões e os músculos que cercam o osso.

canelite

É uma lesão relativamente comum nos corredores, principalmente em iniciantes que ainda não se habituaram às rotinas de treino ou podem exagerar nos ritmos.

A canelite apresenta-se de diversas formas conforme o local exato onde surge a dor:

  • canelite anteromedial: a dor aparece na parte interna da perna, na região superior da tíbia, à frente da canela;
  • canelite posterolateral: a dor aparece atrás, na parte inferior da canela e no lado de fora da perna.

Quando não diagnosticada e tratada adequadamente, a canelite pode evoluir para uma fratura de stress.

canelite

Quais são as causas da canelite?

De forma geral, a canelite é uma resposta inflamatória ou uma reação óssea à sobrecarga, que é causada principalmente pela fraqueza dos músculos da parte de trás da perna ou pela repetição de impacto no mesmo local.

As causas da canelite incluem:

Excesso de carga

Exercícios que forçam as estruturas da canela, aumento repentino da carga de exercícios ou repetição do mesmo exercício sem pausa.

Técnica errada

Técnicas erradas durante a corrida podem fazer com que o impacto seja recebido da forma incorreta pelo corpo, causando lesões e inflamações.

 Pronação excessiva do tornozelo, contração inadequada dos gémeos.

Anomalias anatómicas

Algumas malformações congénitas podem ser a causa da canelite — pisada pronada, síndrome do pé chato, rotação dos joelhos, diferença no tamanho das pernas e torção tibial.

Calçados inadequados

Calçados que não têm as características próprias para a corrida, com desenho anatómico e amortecedores, por exemplo, não protegem o corpo , nem as articulações e  podem prejudicar a pisada e até adquirem-se posturas inadequadas.

Corridas em terrenos inadequados

Terrenos muito irregulares podem forçar os músculos e os tendões excessivamente, e terrenos muito duros dificultam que as pernas façam a absorção do impacto do corpo contra o chão.

Causas raras

Infecções, fraturas, trombose venosa, tumores e espasmos musculares.

​Os grupos de risco para o desenvolvimento da canelite são:

  • Atletas de corrida, ténis e basquete;
  • Militares;
  • Pessoas com a pisada errada ou com pé chato;
  • Dançarinos;
  • Mulheres após a menopausa.

Quais são os sintomas?

Os principais sintomas da canelite são:

  • Sensibilidade e dor na canela, presentes principalmente no início e no fim dos exercícios;
  • Dor após os exercícios e nas horas que se seguem;
  • Dificuldade de caminhar;
  • Fraqueza nos músculos do pé;
  • Inchaço na região da canela (por inflação).

Ao sentir qualquer um desses sintomas, a pessoa deve procurar um profissional. O diagnóstico é feito a partir do relato sintomatológico, exame físico e exame de raio-X para descartar outras fraturas ou lesões.

Como tratar canelite?

É importante destacar que a canelite é uma lesão que tem cura mais ou menos rápida, dependendo do estado que nos chega. O uso combinado de várias técnicas de reabilitação ditam a recuperação.

Inicialmente, a pessoa deve cortar nos treinos de impacto para a recuperação da área afetada.

Após recomendação do a pessoa deve voltar a fazer alguns exercícios com impacto ligeiro e assim gradualmente até voltar à sua rotina de treino habitual.

Além disso, nunca esquecendo o  alongamento e aquecimento antes da prática.

Para reduzir a dor e a inflamação locais são utilizados medicamentos anti-inflamatórios( prescrito pelos médico assistente), compressas geladas na região, e exercícios específicos com o objetivo de recuperar os tec idos lesionados da canela.

canelite

Como prevenir a canelite?

Por fim, é importante deixar alguns cuidados especiais para prevenir a  canelite:

  • Uso de ténis adequado durante a corrida ou prática de outro exercício de impacto;
  • Ter sempre mais do que uma par de ténis a uso, de forma a palmilha recuperar a forma;
  • Preferência por corrida em terrenos alternados de forma a não ter sempre o mesmo impacto;
  • Realização de alongamento e aquecimento antes dos exercícios;
  • Aumento progressivo da intensidade do exercício.

Se tens algum destes sintomas, procuras uma ajudar especializada, não ignores os sinais!

Mais meios para a acompanhares

Sitio oficial do Equilibrium Centro Terapêutico
Página do Equilibrium Centro Terapêutico
Equilibrium Centro Terapêutico no Instagram

Parceiros

Deixe uma resposta