Desilusão e frustração de Pombo com a FP Ciclismo

Desilusão

Emanuel Pombo

Emanuel Pombo escreveu na sua página pessoal, a sua desilusão e frustração com a Federação Portuguesa de Ciclismo, que passamos a transcrever:

Uma desilusão e frustração tão grande

Há muito tempo que não sentia uma desilusão e frustração tão grande.

Especialmente no excelente momento de forma que estou atravessar, não poder competir naquilo que é a minha “praia” é no mínimo revoltante.

Desilusão
Emanuel Pombo

Estou em Leogang, onde esperava poder representar mais uma vez o meu país no campeonato do mundo de DH.

Mas há alguns dias atrás fui surpreendido (4 dias antes de viajar para Leogang) com um recado muito simples e sem grandes explicações por parte da UVP-FPC de que não poderia competir.

A justificação é pobre, insuficiente e descabida, e na conclusão que tirei de tudo isto é apenas e somente desrespeito no seu estado mais puro.

Desrespeito pela modalidade

Desrespeito pela modalidade em Portugal, pelos patrocinadores que nos dias de hoje continuam a apoiar e a acreditar no DH e não só, e acima de tudo por quem, como nós, há anos representa Portugal a nível internacional.

Tínhamos viagens marcadas, estadias pagas e toda a logística organizada, porque a intenção não era que nos pagassem alguma coisa, apenas que autorizassem a participação! Tal como já existiu outros anos!

Por isso as seis vagas que Portugal tinha disponível para inscrever atletas Elite, estão lá por preencher, porque sim!

Num ano atípico como este, é no mínimo chocante!

Quem me segue sabe que não sou de fazer este tipo de de exposições, mas isto é demasiado flagrante para não o fazer!

Orgulho do TOP 10 no Campeonato do Mundo de E-MTB conquistei há dois dias, com o meu esforço e da minha equipa Miranda Factory Team que suportou todos os custos e que fez com que Portugal, ficasse em 2º lugar por nações, atrás da Suiça e a frente da França!

Peço desculpa a todos os portugueses por não me verem em mais um campeonato do mundo.

Mas fico ainda mais triste pela minha equipa Miranda Factory Team pelo grande investimento que fez para estar cá, e que agora estarei 5 dias aqui sem competir.

É Triste!

Vemo-nos nos trilhos!

Delmino Pereira
Delmino Pereira – Foto de arquivo da autoria de Marcelo Lopes / ACM

“2020 tem sido um ano atípico”

Da parte do presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira recebemos a seguinte esclarecimento:

2020 tem sido um ano atípico, conseguimos recuperar alguns eventos desportivos a nível Nacional.

Reorganizamos os trabalhos das seleções Nacionais em função do orçamento retificativo aprovado em setembro.

O programa das seleções foi adaptado e as comitivas foram reduzidas.

Os selecionadores fizeram as sua ações de acordo com critérios desportivos, optando por selecionar apenas ciclistas juniores e sub/23.

Admitimos apenas participação de ciclistas em representação de Portugal da nova vertente de bicicletas de assistência elétrica por ser uma especialidade ainda em desenvolvimento em Portugal.

Consideramos que deveríamos dar essa oportunidade à equipa e aos ciclistas que apostaram nesta nova vertente.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto: Henrique Dias – OPraticante.pt
Fotos: Da página do Emanuel Pombo

Parceiros

Deixe uma resposta