Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Emoções fortes definem finalistas do Sintra Pro

A Praia Grande foi palco de grandes heats e de emoções fortes, este sábado, no segundo dia do Allianz Sintra Pro, a terceira etapa da Liga MEO Surf, principal prova de Surf em Portugal e aquela que define os títulos de campeões nacionais.

Com o mar a subir, o nível de surf também aumentou, o que acabou por gerar emoções fortes e eliminações inesperadas antes das rondas finais. Foi neste cenário que ficaram decididos os surfistas que vão disputar as finais este domingo.

Emoções fortes
Frederico Morais

Campeão nacional Miguel Blanco e Carolina Mendes, líder do ranking feminino, eliminados

Já fora deste lote restrito de surfistas que conseguiram a qualificação para os quartos-de-final man-on-man masculinos e meias-finais femininas, estão o bicampeão nacional em título Miguel Blanco e também Carolina Mendes, que chegou à Praia Grande na liderança do ranking feminino, além de ter sido a vencedora das últimas três etapas da Liga MEO Surf disputadas em Sintra.

A ação retomou bem cedo, com um heat recheado de talento a abrir a ronda 2 masculina.

Frederico Morais foi o mas forte nessa disputa, estabelecendo logo aí o score mais alto do evento masculino até ao momento, com 16,50 pontos, e também a melhor onda de todo o evento, com 8,75 pontos.

Kikas deixou Gony Zubizarreta no 2.º posto da bateria, com João Kopke e Ivo Cação a ficarem pelo caminho.

Emoções fortes
Gony Zubizarreta

Na bateria seguinte foi a vez de Vasco Ribeiro responder à letra, mostrando igualmente bom surf. Os 13,25 pontos do tetracampeão nacional permitiram a sua passagem à ronda 3 e um encontro com Kikas numa fase ainda prematura da etapa.

A eles juntar-se-ia ainda o amigo Francisco Alves, que, a par de João Guedes, foi responsável pela eliminação de Luís Perloiro na 2.ª ronda.

As surpresas assumiram maiores proporções, quando no heat 4 Miguel Blanco acabou por ser superado por Eduardo Fernandes e Guilherme Fonseca.

Edu foi outro dos destaques ao longo do dia, tendo somado 15,90 pontos nesta disputa e mostrando estar disposto a repetir o último triunfo que conseguiu na Liga, precisamente na Praia Grande, em 2015.

Até final da ronda, destaque ainda para os triunfos de Tomás Fernandes (14,00), João Vidal, Henrique Pyrrait e Pedro Coelho, que deixou o licra amarela Afonso Antunes na 2.ª posição.

Vasco Ribeiro

Fasquia elevou-se ainda mais na 3.ª ronda

A fasquia elevou ainda mais na 3.ª ronda, sobretudo no super heat que Vasco Ribeiro acabou por vencer, com 15,20 pontos, contra 13,20 de Frederico Morais, que também seguiu em frente, perante Guilherme Fonseca e Francisco Alves.

Na bateria seguinte foi a vez de Gony Zubizarreta também mostrar estar em forma, deixando Eduardo Fernandes no 2.º posto, enquanto Marlon Lipke e João Guedes despediram-se da prova.

A segunda metade do quadro ficou marcada por uma grande surpresa, com o júnior Martim Nunes a conseguir chegar pela primeira vez à fase man-on-man, depois de ter sido segundo no quarto e último heat, que foi vencido por Filipe Jervis e onde Henrique Pyrrait e Pedro Coelho ficaram pelo caminho.

A bateria anterior tinha sido dominada por Tomás Fernandes e Afonso Antunes, que passo a passo continua a defender a liderança do ranking com segurança.

Para hoje, domingo esperam-se ainda mais emoções fortes, com o primeiro heat dos quartos-de-final a opor Vasco Ribeiro a Eduardo Fernandes e o segundo a colocar frente a frente Frederico Morais e Gony Zubizarreta. Depois, há um duelo totalmente júnior entre Afonso Antunes e Martins Nunes e, por fim, Tomás Fernandes bate-se com Filipe Jervis.

Em jogo, além do desempate na liderança do ranking, está também o triunfo na Allianz Triple Crown, com Afonso e Kikas a partirem como únicos surfistas com possibilidades em ambas as disputas – quem chegar mais longe vence a Triple Crown e fica com a licra amarela.

Quartos de final masculinos:

H1: Vasco Ribeiro x Eduardo Fernandes
H2: Gony Zubizarreta x Frederico Morais
H3: Afonso Antunes x Martim Nunes
H4: Filipe Jervis x Tomás Fernandes

Emoções fortes
Kika Veselko

Emoções fortes na definição da vencedora feminina do Sintra Pro e liderança do raking

Na prova feminina as surpresas também aconteceram.

Se na 2.ª ronda as principais favoritas conseguiram avançar com maior ou menor dificuldade, com exceção de Mafalda Lopes, que foi surpreendida por Beatriz Carvalho e Gabriela Dinis, na 3.ª ronda a história foi diferente.

Sobretudo no heat que juntou a campeã nacional Yolanda Hopkins à líder do ranking Carolina Mendes e em que o triunfo sorriu à júnior Francisca Veselko, com uma excelente performance que resultou em 14,15 pontos.

Na disputa pelo 2.º posto, Yolanda foi mais forte, acabando por eliminar Carol e também Carolina Santos.

Na última bateria do dia, Teresa Bonvalot impôs a lei da mais forte, com um super score de 17,15 pontos, e carimbou a passagem às meias-finais a par da júnior Gabriela Dinis, que se superiorizou a Camilla Kemp e Beatriz Carvalho.

Com a eliminação de Carolina Mendes, a liderança do ranking e o triunfo na Allianz Triple Crown ficam agora em aberto para Carol conseguir manter-se no topo tem de esperar que Teresa não chegue à final e que Yolanda não vença a etapa.

Carolina Santos

E tudo pode ser decidido na meia-final que irá colocar frente a frente Teresa Bonvalot (2.ª do ranking) e Yolanda Hopkins (3.ª) – se Teresa avançar para a final garante logo a liderança do ranking e a conquista da Allianz Triple Crown.

O outro ligar na final vai ser disputado pelas juniores Kika Veselko e Gabriela Dinis.

Meias-finais femininas:

H1: Kika Veselko x Gabriela Dinis
H2: Teresa Bonvalot x Yolanda Hopkins

Para hoje são esperadas ondas ainda maiores para coroar os campeões deste Allianz Sintra Pro.

Texto: Associação Nacional de Surfistas
Fotos: Jorge Matreno  / ANSurfistas

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta