ERMELO… UMA MONTANHA DE EMOÇÕES!

Ermelo

Foto: Nuno Simões

No dia 21 de abril de 2024, a AMA – Associação Mondim Atletismo, com o apoio da Câmara Municipal de Mondim de Basto, promoveram e organizaram o VII Trail Fisgas do Ermelo.

Leia também

FISGAS DE ERMELO, DESAFIA-TE E DESCOBRE A MONTANHA DE EMOÇÕES

Página do evento 2024

Página do Trail Fisgas de Ermelo

Ermelo
Foto: Miro-Cerqueira

Alvão afirma-se pelos seus dotes naturais

As Fisgas de Ermelo, consideradas as mais belas cascatas de Portugal constituem o local mais emblemático da área protegida Parque Natural do Alvão.

Com a identidade bem vincada, o Trail Fisgas do Ermelo, dada a excelência de edições anteriores, e da rara beleza da região, é uma prova quem tem tido uma enorme procura, por parte dos atletas da modalidade.

Atletas vindos de todo o país e estrangeiro e mais uma vez atingiu a sua lotação máxima e nele estiveram presentes cerca de 1200 participantes de mais de 8 nacionalidades.

Foto: Juliana e Rita

Ermelo a Aldeia milenar

A aldeia milenar de Ermelo, situada na zona mais baixa do Parque do Alvão, uma das aldeias mais antigas e belas de Portugal, foi o local escolhido para se dar o tiro de partida da sétima edição.

Os atletas começaram a chegar a aldeia, vindos nos autocarros disponibilizados pela organização e o ambiente estava ao rubro!

Muitos sorrisos, gargalhadas, beijos e abraços era uma constante entre os presentes e à hora marcada, com rigor britânico, dava-se inicio à VII edição do Trail Fisgas do Ermelo.

Depois de percorrer as ruas da xistosa aldeia, entrava-se nos trilhos de um bosque encantado, com carvalhos e castanheiros e partir daqui, era sempre a subir até ao local que dá nome ao evento, as Fisgas de Ermelo.

Foto: Miro-Cerqueira

As Célias dominaram as Fisgas de Ermelo

No percurso mais longo, os 30km, os vencedores foram Hugo Gonçalves (Furfor Running Project) e Célia Amaro (Serra D´Aire Trail Team)

Fecharam o pódio masculino, Luís Pereira (Linces do Marão) e Emílio Carvalho (Olímpico Vianense).

Enquanto que nas senhoras fecharam Sílvia Silva (Qtrilho) e Sofia Nunes (Trilho Perdido Eventos/Imporlux).

Ermelo
Foto: Nuno Simões

Nos 20km, Miguel Silva (Saca Trilhos Anadia) foi o mais rápido, á frente de Carlos Vieira (Tuga Mobile Adap Trail) e Ricardo Esteves (Edl Trail) em segundo e terceiro lugar respetivamente.

Nas senhoras a nossa Célia Neto (OPraticante.pt), não deu hipótese a Marta Moreira (A.D. Nós Acreditamos) em segundo e Catarina Ribeiro (Individual) em terceiro.

Ermelo
Foto: Nuno Simões

Uma chegada imponente

A belíssima praça do município de Mondim de Basto, com o imponente Monte Farinha e o Santuário da Sra da Graça como pano de fundo, foi o local escolhido para instalar o arco de meta.

Um belíssimo local para receber os atletas, sempre com muita gente a assistir e com muitos aplausos, não só aos vencedores como a todos os que cruzavam a linha de meta.

Á chegada os atletas tinham uma mesa farta, com tudo o que era necessário para repor energias.

Os bombeiros sempre atentos, assistindo quem chegava menos bem, sempre sob o olhar atento da experiente organização que não poupou esforços para que nada falhasse, numa das mais míticas e belas provas de Trail de Portugal.

José Dias – Foto: Miro-Cerqueira

Faltaram as figas? Não percam a próxima edição, porque nós também não!

Ermelo, Marão, 2 de outubro de 1959 — Cá me vim debruçar também sobre o despenhadeiro das Fisgas, com os pés seguros pelos companheiros por causa das vertigens.

E apreciei devidamente este misto de espanto e terror. A contemplação dos abismos naturais é necessária de vez em quando a quem tem a atracção dos outros.

Toma-se consciência, com rigor físico, das asas que nos faltam para estar à altura da máxima de Nietzsche…

Fonte: Miguel Torga, Diário VIII (1959)

Equipa Linces do Marão – Foto: Organização

Parceiros

Deixe um comentário