Eurojunior Portugueses dominam longboard e bodyboard

Eurojunior

Competição do Eurojunior decorre até domingo, na praia de Santa Cruz, em Torres Vedras

Há 22 anos, Portugal sagrava-se campeão da Europa de juniores pela primeira vez, mudando, por completo, o panorama do surf nacional.
O Eurojunior está agora de regresso à Praia de Santa Cruz, em Torres Vedras, desafiando os portugueses para mais uma conquista.

Longboard e bodyboard estrearam este primeiro dia da competição, marcado pela boa prestação e altas pontuações dos jovens atletas.

Amanhã, segunda-feira, o surf junta-se à ação.

Portugueses dominam longboard e bodyboard no primeiro dia do Eurojunior

No bodyboard de sub18, Miguel Ferreira foi o primeiro português a entrar na água. O bodyboarder terminou a bateria em primeiro lugar com 9,65 pontos, superando a Holanda, Bélgica e Alemanha. Na segunda ronda, o atleta alcançou a sua posição na bateria, vencida pelo francês Yon Aimar.

David Cotter Vedor distinguiu-se desde o primeiro momento e somou 10,75 pts, puxando a equipa das quinas para a frente da competição. O português manteve o bom ritmo na segunda ronda e venceu os atletas da seleção de Itália, Espanha e Alemanha com 11,65 pontos.

Nos sub16, Joel Rodrigues fez um dos melhores heats do dia e conseguiu mesmo a melhor pontuação deste domingo para Portugal com 13,50 pts. Pedro Ferreira perde a primeira posição da bateria para Espanha e termina com 8,60 pts.

No quadro feminino, Filipa Broeiro conseguiu 10,75 pontos na primeira ronda e, na parte da tarde, voltou a mostrar o que vale ao liderar a bateria desde a primeira onda frente a Itália e Irlanda. Terminou com 11 pts, uma diferença de 7,95 pts em relação à italiana Giada Legati.

“Viemos aqui para dar luta, para fazer história”

Para Catarina Sousa, treinadora de bodyboard, “foi um primeiro dia de competição muito positivo para a equipa portuguesa.
Foram cerca de 10 horas na praia, com heats muito disputados, nomeadamente pela França e Espanha.
Sabemos que a luta vai começar a apertar mas estamos preparados, treinamos para isto.
Viemos aqui para dar luta, para fazer história”.

António Dantas, único atleta de longboard em prova, registou 8,90 pontos na primeira fase, o que lhe garantiu o primeiro lugar no heat. O português fechou em grande este primeiro dia de competição na primeira posição com uma pontuação de 11,50 pts.

Em competição encontram-se 17 seleções e cerca de 200 atletas. Amanhã, segunda-feira, os atletas de surf entram em prova.

Em 2017 Portugal fez História ao sagrar-se Campeão Europeu, conseguirão estes jovens obter também o titulo ?

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Fotos: Santa Cruz Ocean Spirit

Parceiros

Deixe uma resposta