FELIPE MASSA PROCESSA FIA E FÓRMULA 1

Felipe Massa

Foto: Facebook de Felipe Massa

O piloto brasileiro Felipe Massa apresentou hoje uma ação na justiça inglesa que visa atribuir-lhe o título mundial de Fórmula 1 de 2008, vencido por Lewis Hamilton, bem como receber uma indemnização de milhões de euros pelos danos sofridos.

Fonte: Lusa

“Corrigir a injustiça histórica” Felipe Massa

A Federação Internacional do Automobilismo (FIA), a FOM (Formula One Management), a empresa que organiza a Fórmula 1, e o empresário britânico Bernie Ecclestone, que dirigia a competição, são os visados por esta ação no Supremo Tribunal de Justiça de Londres, que, segundo o brasileiro, visa “corrigir a injustiça histórica”.

Felipe Massa (Ferrari), que perdeu o campeonato por um só ponto, considera que os resultados do Grande Prémio de Singapura – 15.ª das 18 provas – deveriam ter sido anulados, depois de os chefes de equipa da Renault terem premeditado o acidente do piloto Nelson Piquet Jr, manobra, sem interferência de terceiros, que obrigou à entrada do ‘safety car’.

O seu companheiro, Fernando Alonso, que partiu dos últimos lugares, foi o primeiro a ir às boxes e acabaria por beneficiar do incidente, recuperando até vencer a prova na qual Massa, 12.º, ficou fora dos pontos, enquanto Hamilton (McLaren) foi terceiro.

Sempre disse que lutaria até o fim. Como a FIA e a FOM não fizeram nada, vamos em busca da correção dessa injustiça na justiça”, justificou Felipe Massa, em entrevista ao portal ‘Ge’.

Foto: Facebook de Felipe Massa

Reconhecimento do título mundial e ser indemnizado

Além do reconhecimento do título mundial, Massa, atual piloto da Stock Car, principal categoria do automobilismo brasileiro, pretende ser indemnizado entre 75 e 176 milhões de euros.

O ex-piloto da Ferrari tinha dito em abril de 2023 que ia estudar medidas legais a adotar, depois de Ecclestone reconhecer que ele e o então presidente da FIA, Max Mosley, optaram por não fazer nada, apesar de saberem das irregularidades cometidas em Singapura pela Renault.

Antes, Piquet Jr. confessou o ocorrido à FIA, que em 2009 decidiu banir o chefe da Renault, Flavio Briatore, punir com cinco anos o estrategista Pat Symonds, ilibando o brasileiro, por delação premiada, e Alonso, por não poder comprovar que o espanhol sabia.

Na mesma pena, foram aplicados dois anos, com pena suspensa, à Renault, que, fruto do escândalo, perdeu os seus principais patrocinadores.

O assunto agora está com os advogados, que estão plenamente autorizados a fazer o que for necessário para garantir que a justiça seja feita no desporto”, completou Felipe Massa.

Lewis Hamilton terminou o campeonato com 98 pontos, mais um do que Felipe Massa, enquanto Kimi Raikonnen foi terceiro, com 75.

Parceiros

Deixe um comentário