Fórum Cyclin’Portugal, edição online em fevereiro e março

Fórum Cyclin’Portugal

A segunda edição do Fórum Cyclin’Portugal vai realizar-se exclusivamente online, durante quatro sextas-feiras consecutivas, entre 26 de fevereiro e 19 de março.

Depois do sucesso da edição inaugural, que juntou mais de em participantes em Anadia, em janeiro do ano passado, o futuro do turismo com bicicleta será debatido, em 2021, em versão “webinar”.

Texto: União Velocipédica Portuguesa – Federação Portuguesa de Ciclismo

Visualize também Futuro do turismo em bicicleta em debate

Edição online do Fórum Cyclin’Portugal

O programa abre e fecha com as duas sessões abertas, ambas sobre redes de percursos.

No dia 26 de fevereiro, às 14h30 inicia-se o encontro que irá abordar os desafios da gestão a médio e longo prazo das redes de percursos.

As intervenções estarão a cargo da Federação Portuguesa de Ciclismo, da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo e do presidente da IMBA Europa, Thomas Larsen Schmidt.

A sessão aberta de 19 de março, também com início às 14h30, para analisar as redes de percursos sob a perspetiva da ativação do território, parcerias e inovação.

O caso das Aldeias Históricas de Portugal estará em destaque, através das intervenções de Arménio Coelho, Agnelo Quelhas e Dalila Dias.

O diretor clínico da Federação Portuguesa de Ciclismo, Filipe Quintas, abordará o desafio da covid-19 para as infraestruturas Cyclin’Portugal, ao passo que o vice-presidente da Federação Sandro Araújo irá apresentar o Anuário Cyclin’Portugal.

Entre as duas sessões abertas ocorrem o módulo técnico e o módulo prático.

O primeiro está marcado para as 15h00 do dia 5 de março. A regulamentação e a sinalética, enquanto parte da uniformização e qualidade das infraestruturas, estarão em destaque.

Agnelo Quelhas, em representação da Federação Portuguesa de Ciclismo intervirá sobre a regulamentação da homologação, sinalética oficial e perfil e aptidões dos técnicos Cyclin’Portugal.

Manuel Franco, da AZZ, fará uma apresentação sobre práticas sustentáveis na implementação e manutenção de percursos.

Software específico e práticas de manutenção

O módulo prático, às 15h00 de dia 12 de março, terá como tema o software específico e práticas de manutenção.

Agnelo Quelhas dinamizará um workshop sobre utilização de ferramentas de software.

Ricardo Pinto, da Velosolutions, promoverá um workshop com suporte audiovisual sobre práticas de manutenção

Esta iniciativa, no seu segundo ano, contribui para consolidar a rede de infraestruturas e percursos homologados pela FPC para a prática do turismo com bicicleta, mas também para estimular e capacitar os profissionais que operam nesta área.

Estamos a criar condições para o nosso país apresentar-se como um destino de excelência para a prática do ciclismo, não apenas ao público internacional, mas também a cada vez mais portugueses que sentem o apelo de pedalar em contexto de recreio”, explica Sandro Araújo, vice-presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo e coordenador do Cyclin’Portugal.

As duas sessões abertas são gratuitas.

Os módulos técnico e prático implicam o pagamento de uma taxa de 25 euros.

Os filiados na Federação Portuguesa de Ciclismo beneficiam de um desconto, pagando apenas 15 euros.

O acesso à formação certificada com avaliação é gratuito para os técnicos dos Centros Cyclin’Portugal homologados ou em processo de homologação.

Os restantes interessados que pretendam obter certificado de Técnico Cyclin’Portugal devem pagar 50 euros.

O acesso à plataforma dos webinars é reservado e implica inscrição prévia de todos os participantes.

Todas as informações e inscrições.

Parceiros

Deixe uma resposta