Futuro do turismo em bicicleta em debate

Os diferentes caminhos do futuro do turismo em bicicleta estarão no centro do debate no I Fórum Cyclin’Portugal, iniciativa da Federação Portuguesa de Ciclismo, que vai realizar-se no Centro de Alto Rendimento de Anadia, em Sangalhos, nos dias 10 e 11 de janeiro.

Futuro do turismo em bicicleta

O Fórum Cyclin’Portugal terá uma componente formativa, mas também uma sessão aberta, na tarde de dia 10. Nesta sessão estarão sobre a mesa os temas “Portugal, Destino Internacional de Cycling” e “Perspetivas Internacionais de Ativação”.

futuro do turismo

Além da Federação Portuguesa de Ciclismo, estarão presentes representantes do Turismo de Portugal, das Aldeias Históricas, da IMBA, além de convidados nacionais e internacionais com trabalho nesta área.

O programa da formação abordará vários temas, com a apresentação dos conceitos e procedimentos dos Centros Cyclin’Portugal e sua homologação, criação de projetos, ferramentas de trabalho, promoção e implementação de infraestruturas e criação de trilhos e sua manutenção de forma sustentável.

A ação de formação será constituída por seis módulos, com início no dia 10 de janeiro, pelas 9h30. A ação termina no dia 11 de janeiro, pelas 12h45.

Os técnicos de infraestruturas homologadas ou em processo de homologação terão acesso gratuito à formação, sendo que outros técnicos terão o custo associado de 60 euros. A sessão aberta não necessita de pagamento, mas requer inscrição prévia.

Projeto “Cyclin´Portugal”

O projeto “Cyclin´Portugal” surge no âmbito do ciclismo de recreio e do turismo ativo, sendo fundamental a promoção das infraestruturas de apoio a esta prática, onde são garantidas as condições universais de segurança, conforto e experiência adequadas às diferentes características físicas e técnicas de cada ciclista.

O desenvolvimento em Portugal de uma rede de percursos cicláveis e Centros “Cyclin´Portugal”, devidamente homologados pela Federação Portuguesa de Ciclismo, acaba por facilitar a regulamentação e orientação da prática da modalidade na natureza e em áreas protegidas.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto: União Velocipédica Portuguesa – Federação Portuguesa de Ciclismo

Parceiros

Deixe uma resposta