Hipismo, João Marquilhas dá primeiro lugar a Portugal

Hipismo

Portugal, o hipismo consegue uma vitória histórica através de João Marquilhas que conquistou o primeiro lugar de um cavaleiro português num campeonato internacional.

Texto: Henrique Dias – OPraticante.pt / Articland

Página da Federação Equestre Portuguesa

João Marquilhas venceu prova de ranking FEI no CSI 3*

O cavaleiro português João Marquilhas venceu prova de ranking FEI no CSI 3* de Gorla Minori que está a decorrer em Itália.

A conquista do primeiro lugar representa uma vitória para o hipismo português que desta forma vê reconhecido a qualidade dos cavaleiros nacionais em competições internacionais.

Na jornada de ontem sexta-feira João Marquilhas já tinha conquistado o segundo lugar, o que era já um aviso que iria continuar a trabalhar para chegar ao topo da tabela.

Hoje, sábado o cavaleiro João Marquilhas e o seu cavalo Ashes and Snow fizeram uma prova exemplar que levou ao primeiro lugar.

Quem é o cavaleiro português que marca o Hipismo

João Marquilhas confessou-nos “Iniciei-me a montar com o meu avô“, a primeira disciplina que praticou foram as provas de obstáculos.

Fez o Concurso Completo de Equitação, quando entrou para o Colégio Militar, confessando “Fui tendo sempre sorte em montar cavalos de qualidade, o que me permitiu evoluir“.

Encontra-se envolvido num projeto equestre em alcácer do Sal, “Criamos cavalos de desporto e desde a sua criação até á sua vida desportiva, são trabalhados por nós, pelo projeto

Referiu “É sempre bom seja em que momento for, ouvir o hino de Portugal tocar em nossa honra pela vitória alcançada“.

Acrescentando “Sendo a primeira vez que um cavaleiro português obtêm uma vitória num Campeonato internacional” e o fato de ter sido eu, dá ainda um sabor maior

A Federação Equestre Portuguesa dá os parabéns ao cavaleiro pela conquista e pelo trabalho desenvolvido.

Portugal ocupar o primeiro lugar é revelador da qualidade dos cavaleiros nacionais e reforça a ideia de prosseguir este caminho de esforço e empenho para continjuar a colocar as cores nacionais nos rankings mundiais.

Parceiros

Deixe uma resposta