II Dura Trail da Arrábida, dura mas magnífica

Foi no dia 25 de outubro 2014, numa organização da Proaventuras – Ginásio, em Setúbal, que decorreu o II Dura Trail da Arrábida, em duas distâncias 22 Km e 35 Km.

Foi nas instalações dos Bombeiros Voluntários de Setúbal, mesmo frente à docapesca, com o Sado por um lado e a Arrábida por outro, que os atletas pelas 8h começaram a reunir para o evento, num dia de temperatura amena, até ligeiramente acima do expectável para a época do ano. A zona de acolhimento, com expositores de produtos regionais e de material desportivo encontrava-se muito bem preparada para acolher as centenas de atletas, num ambiente descontraído, bem organizado e com fluidez no levantamento dos dorsais e aí mesmo efetuado o controlo zero.

Nota positiva para a qualidade de material e informação dos dorsais. Além de indestrutíveis, e de conterem os habituais contactos de emergência e identificação do participante, continham ainda o gráfico da altimetria da prova. De salientar ainda a excelente quantidade e qualidade de informação acerca das especificidades dos percursos, difundida na página do evento através de “newsletters”.

Às 9h, iniciou-se a pré partida em ritmo lento, controlada pelos batedores da organização, de forma a garantir que todos os participantes faziam um ligeiro aquecimento e que desde logo se posicionavam adequadamente para a partida definitiva. Foram cerca de 1.600 mts em percurso citadino, nomeadamente pela Av. LuisaTody, em direcção à subida para o castelo S. Filipe, em que os atletas quase se cruzam com o grupo de mais de 70 caminheiros que iniciavam também o seu percurso, cumprimentando-se e aplaudindo mutuamente.

Com a partida definitiva, inicia-se a aventura pela serra, com um pelotão sólido no inicio e que com o avançar dos kms percorridos se vai tornado cada vez mais diluído e alongado, à medida que a tecnicidade do percurso assim o dita, enquanto já se disfrutava de uma panorâmica de rara beleza, sobre o Sado e a Península de Tróia.

Dos cinco Km até aos dez km a alternância entre subidas e descidas foi uma constante, deixando já para trás a bela Quinta da Comenda, e já mais adiante talvez pelo Km quinze foi possível disfrutar de um percurso um tanto “jurássico” ao longo do leito de riacho de fundo técnico que permitiu refrescar e recuperar energia para o que se seguia e que não era nada fácil.

Ao Km dezanove após um segundo abastecimento de líquidos e sólidos preparado por mais um staff simpático e motivante, faz-se a separação dos percursos 22km e 35km. Para os primeiros percorridos mais cerca de 4,5km de trilhos e areal da praia de Albarquel, Parque Urbano e Praia da Saúde e já avistavam a meta, concluindo assim a sua prova numa extensão total de cerca de 22km.

Os atletas participantes da distância de 35 km teriam ainda que vencer e progredir por muitos kms, por entre subidas e descidas diversas, num alternar de trilhos técnicos, fosse qual fosse o sentido da “inclinação”, estradões e mais umas zonas técnicas e alagadas para atravessar.

Pelo Km 26 alcançavam o topo do percurso, no sobejamente conhecido Ponto de Vigia, local de observação privilegiada sobre a Arrábida e toda a zona circundante, com Tróia ao largo e onde os atletas podiam repor energias em mais um abastecimento, além dos anteriores já referidos e ainda uns intermédios, não previstos, mas que devido ao calor a organização entendeu, e bem, disponibilizar. O acesso ao local referido, permitiu belos momentos de encontro entre os atletas, que se cumprimentavam e até registavam belos momentos para a posteridade, incentivando-se mutuamente, com o famoso, “…. força, está quase….” pois enquanto uns subiam, outros já desciam em direcção à parte final do percurso, num remanescente ainda de uns 11km, que passava ele também pela praia de Albarquel, Parque Urbano e Praia da Saúde, em direcção à meta.

Todos os atletas ao longo dos seus percursos, tiveram a possibilidade de disfrutar do melhor que a Arrábida, seja a serra, a panorâmica, os riachos, e até a praia, tem para oferecer a todos que a visitam.

Por fim, só uma breve referência á escolha dos percursos, soberbos, e a marcação dos mesmos, irrepreensível.

Em ambos os percursos foram percorridos cerca de mais dois km do que o inicialmente indicado, o que só deverá ser entendido como um brinde à participação de todos.

Chegados à meta, oferecida a medalha de “finisher”, e mais umas fotos tiradas pela organização muito presente ao longo de toda a prova nos locais mais emblemáticos, seguia-se uma bela refeição volante composta por uma deliciosa e recuperadora massada de peixe e camarão, acompanhada de refrescantes bebidas à disposição. Tudo servido por uma equipa extremamente bem disposta.

Decorria entretanto em simultâneo a festa da entrega de prémios aos primeiros classificados masculinos e femininos nas duas distâncias e por fim os prémios por equipas.

De referir que “O Praticante” esteve presente com uma equipa constituída por cinco atletas, dos quais se destacou Isabel Barra, a obter um terceiro lugar do seu escalão, atrás de Elena Labanji – Individual e Célia Azenha – Lebres do Sado, respectivamente 1ª e 2ª classificadas F45 na distância de 35 kms, os restantes representantes de “O Praticante” obtiveram o 19º M40 – Miguel Gomes, 4º lugar M45 – António Soares, 9ª Sénior – Elisete Manuel todos nos 35 kms, em 9º lugar M50 – David Silva nos 22 kms

E foram estas as classificações para a história, no Geral desta segunda edição:

35km, Masculinos :
1º Paulo Lopes, Tough Trails Alenquer
2º Miguel Casimiro, GoldNutritionTeam
3º Marcolino Veríssimo, SS CGD

35km, Femininos :
1º Cristina Ponte, Tough Trails Alenquer
2º Carmen Henriques, Aminhacorrida
3º Carla Cristina, Clube da Natureza do Alvito

22km, Masculinos
1º Daniel Dias, Centro Vicentino da Serra Portalegre
2º Nelson Diogo, Monsanto Running Team
3º Bernard Iehmann, individual

22km, Femininos
1º Amélia Costa, individual
2º Ana Galera, Lurbel
3º Selene Lima, Limas

Equipas
1º ThoughtTrails Alenquer
2º O mundo da Corrida
3º Proaventuras

Um evento, sem dúvida a recordar pela positiva e a marcar na agenda para o futuro. Parabéns Proaventuras, e os agradecimentos a todos os envolvidos no evento.

Texto: Isabel Barra

Foto: Miguel David

Parceiros

Deixe uma resposta