Isaac Nader voa nos 1.500 metros em Castellón

Isaac Nader

Isaac Nader - Foto: Luís Barreto/ FPA (arquivo)

O benfiquista Isaac Nader correu os 1500 metros em 3.39,97 minutos!

Desde 2017 que não se corria tão rápido esta distância.

Isaac Nader
Isaac Nader – Foto: Luís Barreto/ FPA (arquivo)

Castellón assistiu à classe de Isaac Nader

Isaac Nader (21 anos) foi o português com resultado mais destacado, triunfo nos 1.500 metros, no decorrer do “Gran Premio Diputacion – Memorial Jose Antonio Cansino”, que se disputou em Castellón.

Atirado” para a final B, Isaac Nader esteve sempre no grupo da frente, para se destacar na última volta, correndo em autêntico contra-relógio, para cortar a meta em 3.39,97 minutos!

Recorde pessoal do atleta do Benfica, melhor marca nacional do ano.

Desde 2017 que nenhum português baixava dos 3.40 minutos.

Isaac Nader, que tinha como melhor registo anterior a marca de 3.43,97 minutos, com este novo recorde pessoal sobe a 21º de sempre.

Só por curiosidade, o vencedor da final A, Ignacio Fontes, cortou a meta em 3:33,72 minutos, com mais oito atletas abaixo de 3.40 minutos.

Seria um excelente “comboio” para Isaac Nader.

Mas houve mais resultados bons de atletas portugueses

Nos 1500 metros femininos, Mariana Machado (SC Braga) foi terceira em 4.13,33 minutos (a sua melhor marca deste ano ao ar livre);

José Carlos Pinto (Benfica) foi quarto classificado na final A dos 800 metros, com 1.48,30 minutos (a sua melhor marca deste ano);

e Yariagnis Argueles (individual) foi terceira no salto em comprimento, com 6,31 metros (v: +1,9 m/s), o seu melhor registo deste ano.

Gerson Baldé

Gerson Baldé e Tsanko Arnaudov vencem na República Checa

Os atletas do Benfica estiveram em excelente nível no Memoriál J. Sečkáře, meeting realizado em Brno, na República Checa, com ambos a alcançarem vitórias nas suas provas.

No lançamento do peso, Tsanko Arnaudov conseguiu lançar a 20,40 metros, neste que é o terceiro meeting em que participa depois da final dos Nacionais de Clubes.

Gerson Baldé, aproveitou a oportunidade para vencer no salto em altura com a marca de 2,20 metros.

Texto: Federação Portuguesa de Atletismo
Foto: Luís Barreto/ FPA (arquivo)

Parceiros

Deixe uma resposta