IÚRI LEITÃO DESTACA-SE COM DUAS VITÓRIAS NO TROFÉU SUNLIVE

Iuri Leitão - Foto de arquivo - DR

O português Iúri Leitão, nas disciplinas de resistência, e o italiano Mattia Predomo, no setor da velocidade, foram os corredores em destaque no Troféu Sunlive, prova internacional de pista, que hoje decorreu no Velódromo Nacional, em Sangalhos, Anadia.

Leia também

TROFÉU SUNLIVE É A ÚLTIMA PROVA DA FASE INICIAL DE PISTA

Fonte: UVP – Federação Portuguesa de Ciclismo

Iúri Leitão foi claramente dominador em omnium

Iúri Leitão foi claramente dominador no concurso masculino de omnium, embora nem tenha começado a ganhar.

O primeiro no Scratch foi Rodrigo Caixas (Credibom-LA Alumínios-Marcos Car), mas o desempenho mediano de Caixas na corrida tempo e na eliminação, deixou Iúri Leitão, vencedor das duas disciplinas, no topo da geral.

À entrada para a corrida por pontos, que tudo haveria de decidir, Leitão tinha como adversário mais próximo o sub-23 de primeiro ano João Martins (Rádio Popular-Paredes-Boavista).

Mas a prova decisiva seria aziaga para o boavisteiro, que não somou qualquer ponto. Ao invés, Iúri Leitão ganhou duas voltas e pontuou em quatro sprints, terminando a competição com 174 pontos.

Rodrigo Caixas fez uma recuperação extraordinária, ganhando duas voltas e pontuando em cinco sprints, o que lhe permitiu subir quatro posições na geral, fechando com 140 pontos.

Diogo Narciso, a correr pela Seleção Nacional, foi o terceiro, com 124 pontos.

Pódio Madison – Foto: Associação Ciclismo da Beira Litoral

Na disciplina de Madison dominada por equipas portuguesas

O vianense da Caja Rural-Seguros RGA, hoje em representação da Seleção Nacional, também triunfo em madison, desta feita em dupla com Diogo Narciso.

O duo que, em agosto, ficou a um degrau do pódio no Europeu de elite, não deu hipótese na corrida desta tarde.

Iúri Leitão e Diogo Narciso dobraram o pelotão três vezes e pontuaram em 11 dos 12 sprints, o que lhes valeu 97 pontos.

No segundo lugar colocou-se outra dupla portuguesa. Rodrigo Caixas e Daniel Dias somaram 45 pontos.

A seleção italiana formada por Samuel Quaranta e Niccolo Galli conquistou 40 pontos e o terceiro posto.

Omnium feminino viu o pódio ocupado por três seleções

O omnium feminino, sem qualquer portuguesa em pista, viu o pódio ocupado por três seleções diferentes.

A grega Argiro Milaki fez um concurso equilibrado, sendo terceira em scratch, segunda na corrida tempo e primeira na eliminação. Terminou a competição com 134 pontos.

Margarita Misyurina, em representação do Uzbequistão, chegou à corrida por pontos no sétimo lugar, entre 13 participantes, mas teve um desempenho verdadeiramente entusiasmante na prova decisiva.

Venceu quatro sprints – incluindo o último com pontuação a dobrar – e ganhou uma volta ao pelotão. Foi o suficiente para ser a segunda na geral, com 131 pontos.

A terceira foi a espanhola Isabel Ferreres, com 126 pontos.

Pódio Madison – Foto: Associação Ciclismo da Beira Litoral

Equilíbrio em madison de elite feminina

O equilíbrio foi a marca do madison de elite feminina. As duas primeiras equipas ficaram separadas por um ponto.

Venceram as espanholas Isabel Ferreres e Ainara Albert 39 pontos. Seguiram-se as usbequistanesas Nafosat Kozieva e Margarita Misyurina, com 38.

A proximidade aconteceu por vias diferentes. As espanholas valeram-se de uma volta de avanço, as representantes do Uzbequistão ganharam seis dos oito sprints, mas não dobraram o pelotão.

O pódio fechou com as austríacas Verena Eberhardt e Kathrin Schweinberger, que somaram 29 pontos.

Ainda na categoria de elite, mas no setor da velocidade, assistiu-se à hegemonia do jovem italiano Mattia Predomo.

Mattia Predomo – Foto de arquivo – DR

Outras disciplinas e escalões em competição com destaque para Mattia Predomo

Aquele que, em julho, conquistou no Velódromo Nacional os títulos europeus juniores de kerin e velocidade, impôs-se hoje, nas mesmas disciplinas, mas já entre a elite, apesar de ter ainda menos de um mês na categoria sub-23.

Na disciplina de velocidade, Mattia Predomo arrumou a final apenas em duas mangas, batendo o israelita nascido na Rússia Mikhail Yakovlev (IPT Track Trade Team).

Na disputa pelo terceiro lugar impôs-se o sul-africano Jean Spies (Gig/South Africa/Rule).

Já no keirin, o representante da seleção italiano triunfou diante do grego Sotirios Bretas e de outro transalpino, Stefano Moro.

O equilíbrio ficou patente nas quatro corridas de juniores, cada uma com um vencedor diferente.

Os melhores rapazes foram Gabriel Baptista (Landeiro/KTM/Matias & Araújo/Frulact), em eliminação, e o romeno Norbert Nyulas-Petries (CS Intersport), em scratch.

Marta Carvalho (Extremosul/Hotel Alísios/Cenmais), em scratch, e Raquel Dias (Extremosul/Hotel Alísios/Cenmais), em eliminação, foram as melhores juniores femininas.

Parceiros

Deixe um comentário