IÚRI LEITÃO SPRINTA PARA A VITÓRIA

Iúri Leitão

Iúri Leitão venceu - Foto: João Fonseca Photographer

O português Iúri Leitão (Caja Rural-Seguros RGA) ganhou hoje a segunda etapa do Grande Prémio Internacional Beiras e Serra da Estrela, uma ligação de 151 quilómetros, entre Belmonte e o Sabugal, que terminou ao sprint.

Leia também

ARTEM NYCH ATACA PARA A VITÓRIA EM MÊDA

Site oficial

Fonte: UVP – Federação Portuguesa de Ciclismo

A fuga que convinha

Logo no início da etapa aconteceu uma fuga que convinha à Sabgal-Anicolor, porque os três escapados eram homens muito distantes da camisola amarela de Artem Nych.

O mais bem colocado, César Fonte (Rádio Popular-Paredes-Boavista), iniciou a jornada a mais de sete minutos do comando.

Mais atrasados ainda estavam João Oliveira (Credibom-LA Alumínios-Marcos Car) e Nicolas Sáenz (Tavfer-Ovos Matinados-Mortágua).

Foto: João Fonseca Photographer

Esta situação de corrida, na etapa mais adequada aos sprinters, era um convite ao “descanso” de quem defendia a geral e aos trabalhos redobrados dos coletivos com ambição de vencer ao sprint.

A diferença máxima pouco passou dos quatro minutos.

Foi o trabalho dos homens da Illes Baleares Arabay Cycling que reduziu a margem ao trio, que ficaria reduzido a um duo formado por César Fonte e Nicolas Sáenz.

Já dentro dos últimos 10 quilómetros, apenas Fonte permaneceu na dianteira.

O boavisteiro não resistiu, todavia, à perseguição, então movida pela Sabgal-Anicolor.

Foto: João Fonseca Photographer

Iúri Leitão derrotou Luís Mendonça e Sergi Darder ao sprint

Aproveitando uma situação de escaramuças, Jefferson Cepeda (Caja Rural-Seguros RGA) ainda tentou a sorte, obrigando os adversários a trabalhar e abrindo caminho para o triunfo do colega Iúri Leitão, depois de anulada a iniciativa.

O vianense triunfou com autoridade, ao cabo de 3h51m15s, derrotando Luís Mendonça (Sabgal-Anicolor) e Sergi Darder (Illes Baleares Arabay Cycling), que ocuparam as posições imediatas.

Como se esperava, esta etapa deixou a geral inaterada.

Artem Nych no topo da classificação, com Alex Molenaar (illes Baleares Arabay Cycling) a 14 segundos e Jordi López (Equipo Kern Pharma) a 15 segundos.

As classificações secundárias também não sofreram alterações.

Iúri Leitão
Foto: João Fonseca Photographer

Artem Nych é o primeiro por pontos, Luís Fernandes (Credibom-LA Alum+inios-Marcos Car) comanda na montanha e Jorge Gutiérrez (Equipo Krn Pharma) é o melhor jovem.

Por equipas está a Sabgal-Anicolor na frente.

A corrida termina neste domingo.

A terceira e última etapa terá 171 quilómetros, ligando Manteigas à Covilhã.

Parceiros

Deixe um comentário