João Andrade, One Hundred, criar uma referência mundial

João Andrade

João Andrade - Foto: Matias Novo Fotografia

One Hundred Douro FKT terminou com um TGV recorde de Hugo Gonçalves que pulverizou o recorde CANHÃO de Nuno Rocha, João Andrade analisa o evento.

Antes destes dois atletas, primeiro recordista do evento foi Pedro Leonel Barbosa, que foi superado por Carla André, única atleta feminina a aventurar-se no evento.

João Andrade mentor e organizador do evento, efectuou há nossa equipa de reportagem o balanço, falando dos participantes, dos recordes, e claro dos futuros objetivos da One Hundred que passam por criar uma referência mundial.

João Andrade
João Andrade – Foto: Matias Novo Fotografia

João Andrade quatro atletas superaram o recorde do evento, como viveu cada momento?

Tivemos dois atletas a estabelecer o “first known time” (primeiro tempo conhecido) que fui eu próprio e a Carla André na classificação masculina e feminina respetivamente a fazer a marca.

Na classificação feminina a Carla André continua a ser a detentora do tempo mais rápido e na masculina tivemos a marca a ser baixada várias vezes.

O primeiro foi o Pedro Leonel a bater a marca, seguido pelo Nuno Rocha e por último o Hugo Gonçalves.

Foi com grande satisfação que vimos esta evolução.

João Andrade
Foto: Matias Novo Fotografia

Foi novidade, ou já esperava que o Hugo Gonçalves superasse o recorde do Nuno Rocha?

Sabia que era possível se as condições meteorológicas ajudassem mas não esperava um tempo tão próximo das 15 horas.

Ambos são excelentes atletas e no dia certo as coisas podem acontecer.

O Hugo fez algum trabalho especifico e reconhecimento do percurso e penso que preparou muito bem o desafio.

É uma marca de nível internacional.

Já nas temperaturas de Agosto / Setembro que se têm feito sentir, talvez abaixo das 16 horas para um atleta muito bom, num dia em que quase tudo corra bem.

TGV

Esta foi a sua afirmação no ultimo artigo, o Hugo conseguiu conciliar tudo?

Por isso é tão interessante este desafio.

O asfalto aliado a uma equipa de apoio permite a realização de tempos nestas distâncias nunca antes vistos em Portugal.

O Hugo trabalhou bem todos os pontos junto do André Rodrigues, o seu treinador, seguiu as orientações de nutrição, e reuniu um grupo especial de ultramaratonistas para o ajudar a progredir mais rápido.

Só me resta dar-lhe os parabéns por tudo isto.

TGV
Hugo Gonçalves e a sua equipa de apoio

Qual o balanço que faz desta primeira edição?

Foi um resultado espetacular.

Tivemos mais atletas do que o esperado e atletas de grande qualidade.

Foi um prazer muito grande ver este desafio ser recebido por todos da forma que foi e pelos milhares e milhares de pessoas que acompanharam cada desafio todas as semanas.

Já sinto saudade das viagens a Barca D’Alva para me encontrar com atletas e depois vê-los a bater à porta da Camara de Cinfães.

joão andrade

Como descreve a participação de cada atleta João Andrade?

O ultramaratonista de 100 milhas é um tipo de pessoa que desenvolveu uma capacidade tremenda de superação e que continua a cada nova prova, aventura ou desafio a buscar algo mais dentro de si e a crescer.

Assim, não escondo que para mim é sempre emocionante e arrepiante ver os atletas a ultrapassarem momentos difíceis.

Cada atleta teve a sua própria experiência e vivência mas penso que o que fica foi a boa disposição geral assim como as relações que se criaram entre atletas e equipas de apoio.

Foi bonito de ver cada atleta e equipa a efetuar a travessia.

One Hundred Douro FKT
Foto: Matias Novo Fotografia

Vamos ter segunda edição?

Tivemos inúmeros pedidos para uma segunda edição, tanto de atletas que participaram como atletas que não tiveram essa oportunidade este ano.

A nossa ideia inicial não era realizar uma 2a. edição mas ficamos agora a ponderar se o iremos fazer e se iremos fazer uma evolução do formato.

Estamos a refletir.

Que podem esperar os participantes das etapas em 2021 no Brasil e na Itália?

Podem esperar o maior espetáculo que o mundo do Ultra Mountain Trail já viu e um numero tremendo de inovações a nível da competição, tecnologia e interação col o publico.

Vamos para as provas inaugurais com toda a força para criar uma referência mundial.

João Andrade
João Andrade – Foto: Matias Novo Fotografia

João Andrade que outros projetos poderá vir a desenvolver?

Estamos muito focados em ajudar a promover os serviços de treinador, nutrição e equipas de apoio.

Isto inclui também training camps bastante evoluídos.

Estes projetos estão todos inseridos na One Hundred®️ e serão completamente inovadores e de grande utilidade para os atletas, desde os principiantes aos mais experientes.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto: Henrique Dias / OPraticante.pt
Fotos: Cedidas pelo Hugo Gonçalves / Matias Novo Fotografia

Parceiros

Deixe uma resposta