JOÃO FERREIRA COM ETAPA AGRIDOCE

João Ferreira

Foto: Facebook | João Ferreira

Depois do triunfo na véspera, João Ferreira e Filipe Palmeiro tiveram uma quinta etapa do Rally Dakar 2024 com um sabor agridoce.

Se por um lado perderam algum tempo devido a um “queda” de uma duna, onde acabaram por partir um braço do seu Can-Am, por outro acabaram por ficar, ainda que ligeiramente, mais perto da liderança da classe SSV, fruto do atraso significativo do até então líder Gerard Farres.

Leia também

JOÃO FERREIRA CONQUISTA TOP 2 NO DAKAR

Site oficial

“…hoje podíamos ter conseguido uma grande operação de recuperação!” João Ferreira

Estamos tristes e desapontados com o desfecho da etapa, porque vínhamos num ritmo muito bom, a ganhar confiança nas dunas e a recuperar mais tempo para a frente, mas o Dakar é assim.

Caímos literalmente de uma duna, partimos um braço traseiro no Can-Am e fomos forçados a parar para trocar.

É um grande balde de água fria, principalmente depois da recuperação que vínhamos a fazer.

Estamos ligeiramente mais perto da frente… mas hoje podíamos ter conseguido uma grande operação de recuperação!

Amanhã há mais!” afirmou o piloto da Can-Am Factory Racing.

Foto: Facebook | João Ferreira

Etapa maratona com navegação mais desafiadora

Para amanhã e sexta-feira, a organização preparou mais uma etapa maratona, mas com alguns detalhes para neutralizar a vantagem das equipas de fábrica.

Primeiramente, as motos e carros que abrem a etapa seguirão um percurso diferente, tornando a navegação mais desafiadora, especialmente com alguns pontos de referência escondidos ao longo da pista.

Para além disso, os participantes têm apenas até às 16h para avançar o máximo possível na etapa antes de se dirigirem a um dos oito bivouacs preparados pela organização.

No acampamento, terão acesso a mantimentos mínimos e materiais de acampamento, enquanto suas máquinas ficam guardadas até a manhã seguinte, sem assistência.

Parceiros

Deixe um comentário