Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Jorge Magalhães volta a ser o melhor português

Jorge Magalhães foi hoje o melhor português na nona etapa da Volta a França do Futuro, cortando a meta na 39.ª posição, a 12m25s do vencedor do dia, o húngaro Atilla Valter. Gonçalo Carvalho continua a ser o melhor da Equipa Portugal na geral, comandada pelo norueguês Tobias Foss.

Os 67,2 quilómetros, entre Villaroger a Tignes, voltaram a ser marcados pela alta montanha, com a derradeira subida, de primeira categoria a coincidir com a chegada. O húngaro Atilla Valter foi hoje o mais forte, vencendo com 15 segundos de vantagem sobre o camisola amarela, Tobias Foss. O terceiro, a 32 segundos, foi o alemão Georg Zimmermann.

Jorge Magalhães
Jorge Magalhães

Jorge Magalhães foi, pelo segundo dia consecutivo, o melhor português

Jorge Magalhães foi, pelo segundo dia consecutivo, o melhor português, 39.º, a 12m25s. Guilherme Mota foi o 57.º, a 16m39s, a mesma diferença registada por Gonçalo Carvalho, 63.º. Francisco Campos chegou fora de controlo.

Tobias Foss reforçou o comando na geral, tendo uma margem de 1m10s para o italiano Giovanii Aleotti e de 2m33s para o belga Ilan van Wilder. Gonçalo Carvalho é o 49.º, a 1h02m16s, Guilherme Mota é 69.º, a 1h32m16s, e Jorge Magalhães é o 74.º, a 1h18m20s.

A corrida termina neste domingo. A última etapa terá 78 quilómetros, entre Saint-Colomban-des-Villard e le Corbier. A meta coincide com uma subida de primeira categoria. Antes dessa, haverá uma montanha de categoria especial, uma de segunda categoria e uma de primeira.

Texto: União Velocipédica Portuguesa – Federação Portuguesa de Ciclismo

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta