Leonor Bessa isolada no comando em Espinho

Leonor Bessa

Leonor Bessa a iniciar a segunda volta, lidera isolada a meio da prova - Foto: Gonçalo Rosmaninho

Leonor Bessa isolou-se ontem (quinta-feira) no comando do 87.º Campeonato Nacional Absoluto Audi, no Oporto Golf Club, em Espinho.

Enquanto, no torneio masculino, a prova da Federação Portuguesa de Golfe chegou a meio com três jogadores a partilharem a liderança – Pedro Figueiredo, Tiago Cruz e Pedro Lencart.

Leonor Bessa
Leonor Bessa a iniciar a segunda volta, lidera isolada a meio da prova – Foto: Gonçalo Rosmaninho

Leonor Bessa: «Hoje joguei melhor»

A recém-coroada campeã nacional de profissionais, Leonor Bessa, igualou hoje o Par do campo do Oporto, com 71 pancadas, para totalizar 144 pancadas, mantendo as 2 acima do Par que já apresentava anteontem.

A jogadora do Santander Golf Tour espanhol dispõe agora de 1 pancada de vantagem sobre Sofia Barroso Sá, que anteontem efetuou a melhor volta do torneio feminino, em 70 (-1).

Leonor Bessa: «Hoje (ontem) joguei melhor, sobretudo nos shots ao green.

Tive azar em alguns putts, mas os greens estão um pouco irregulares e é preciso aceitar que alguns entram e outros não, mas sinto que se tivessem entrado mais teria feito uma boa volta.

Mesmo assim, acho que Par do campo é positivo e amanhã espero jogar melhor».

Sofia Barroso Sá mostra a única volta feminina abaixo do Par em dois dias de prova – Foto: Hugo Ribeiro

Sofia Barroso Sá é amadora e vai agora na frente dessa categoria.

A também amadora Leonor Medeiros, que defende o título conquistado no ano passado, e a profissional Sara Gouveia, partilhavam anteontem o comando com Leonor Bessa, mas Medeiros fez ontem 76 (+5) e Gouveia 83 (+12), caindo, respetivamente, para o 3.º e 8.º lugares.

Pedro Machado
Pedro Machado, amador de 14 anos, é o melhor jogador do primeiro dia – Foto: Hugo Ribeiro

Pedro Machado «aguentou razoavelmente bem a pressão»

No torneio masculino, o líder do primeiro dia, o amador Pedro Machado, de apenas 14 anos, aguentou razoavelmente bem a pressão de regressar ao campo, depois de ter feito anteontem a sua melhor volta de sempre (-7) e juntou-lhe um segundo cartão de +1.

No entanto, caiu de 1.º para 5.º porque os jogadores mais consagrados já apareceram ontem em grande força, com resultados que permitiram-lhes assaltar o topo do leaderboard.

Pedro Figueiredo fez a melhor volta e é um dos líderes do torneio – Foto: Gonçalo Rosmaninho

Pedro Figueiredo «Foi uma ótima prestação»

Membro do European Tour, Pedro Figueiredo igualou a melhor volta do torneio, de 64 (-7) e saltou para o topo com 8 abaixo do Par.

Pedro Figueiredo: «Joguei muito bem. Já anteontem tinha jogado, mas ontem meti a bola um pouco mais perto do buraco e concretizei a maioria dos putts abaixo de 3 metros.

Estou satisfeito com esta volta porque foi muito sólida do tee ao green e estive bem nos greens.

Fiz muitos fairways, acho que só falhei um green e nunca estive em perigo para sofrer bogeys. Foi uma ótima prestação».

Pedro Lencart é um dos 3 líderes aos 36-buracos – Foto: Gonçalo Rosmaninho

«Foi um dia mais só» Pedro Lencart

Duas vezes campeão nacional amador (2016 e 2018), Pedro Lencart assinou um cartão de 6 abaixo para igualar o agregado de -8.

Pedro Lencart: «Foi um dia mais sólido, joguei melhor, fiz muito menos bogeys, apenas 1 e anteontem tinham sido 5.

Criei oportunidades para birdie e converti-os, porque acertei mais greens.

E fiz 5 birdies nos últimos nove buracos. Sabia que precisava de jogar bem, de ter uma boa sequência de buracos para subir na classificação».

Tiago Cruz um dos 3-líderes após a segunda volta – Foto: Hugo Ribeiro

Tiago Cruz «vai haver luta até ao final»

E Tiago Cruz também chegou a essa marca de -8 após uma segunda ronda de -2.

Tiago Cruz: «A diferença do -6 de anteontem para o -2 de ontem foram os putts e também alguns shots ao green.

Anteontem meti a bola mais perto do buraco. Ontem tive algumas oportunidades para birdie de 1,5 a 2 metros mas ontem senti dificuldades nos greens, por estarem mais pisados e a bola desviar-se mais da linha, mas está igual para todos.

Pode ser que amanhã (hoje) a coisa seja diferente. Anteontem não esteve praticamente vento nenhum, ontem quando comecei, já estava mais forte, talvez uma diferença de taco e meio, mas não sinto que tenha influenciado muito.

É interessante haver muitos jogadores a lutarem pela vitória e quem está na frente são só bons jogadores, pelo que vai haver luta até ao final».

Note-se que Pedro Lencart está a lutar, simultaneamente, pelos títulos de campeão nacional absoluto e de campeão nacional amador.

Deve salientar-se ainda que Pedro Figueiredo jogou em 7 abaixo do Par em duas das suas últimas três voltas de competição: na quarta ronda do Open de Portugal at Royal Óbidos e ontem!

Muito perto deste trio de líderes ficou Ricardo Melo Gouveia, membro do Challenge Tour, graças a uma segunda jornada de 5 abaixo do Par (com birdies nos três últimos buracos), que permitiu-lhe ficar a apenas 1 shot do topo da classificação, com um total de -7.

Leonor Bessa

87.º Campeonato Nacional Absoluto

O dia amanheceu chuvoso e sem vento, mas a meio da manhã a chuva tinha desaparecido e a meio da tarde o vento surgiu com mais intensidade.

A organização tem decidido jogar com colocação de bola no fairway, as chamadas regras de inverno.

É por isso que os resultados de -7 de Pedro Machado (anteontem) e de Pedro Figueiredo (ontem) não podem ser homologados como recordes do campo.

O recorde com campo continua a pertencer a António Rosado (2005 na Taça Kendall), Tiago Rodrigues (2007 numa etapa do circuito da FPG) e Pedro Figueiredo (2007 na Taça Kendall) com 65 pancadas, 6 abaixo do Par.
Embora em extracompetição, Manuel Alexandre Violas já tenha brilhado com uma sensacional volta de -14!

O 87.º Campeonato Nacional Absoluto Audi tem sido marcado pelos bons resultados de jogadores muito jovens.

De acordo com João Coutinho, o diretor de torneio, «a média de idades dos mais de 140 participantes é de 23,7 anos, o jogador mais novo tem 12 anos e o mais velho 68».

O torneio de 72 buracos prossegue hoje (sexta-feira) às 7h10 com a prova feminina e às 8h30 a masculina.

O último grupo sai às 14h39. A ordem das saídas altera-se, com os melhores a arrancarem primeiro.

Hoje decide-se o cut, fixado da seguinte forma:

No torneio feminino, as três melhores profissionais (e empatadas) e 50 por cento das jogadoras amadoras.

No torneio masculino, os 13 primeiros classificados (e empatados) e 50 por cento dos jogadores amadores.

Principais resultados e classificações após o segundo dia dos quatro dias do 87.º Campeonato Nacional Absoluto Audi no Oporto Golf Club:

Torneio feminino

1.ª Leonor Bessa (PGA de Portugal), 144 (73+71), +2
2.ª Sofia Barroso Sá (amadora/Associação Quinta do Lago), 146 (76+70), +4
3.ª Leonor Medeiros (amadora/Quinta do Peru Golf & Country Club), 149 (73+76), +7
4.ª Ana da Costa Rodrigues (Club de Golf de Miramar), 152 (80+72), +10

Torneio masculino

1.º Pedro Figueiredo (Navigator/Orizonte Lisbon Golf), 134 (70+64), -8
1.º Tiago Cruz (BiG/ Clube de Golf do Estoril), 134 (65+69), -8
1.º Pedro Lencart (amador/Club de Golf de Miramar), 134 (69+65), -8
4.º Ricardo Melo Gouveia (Titleist/Quinta do Lago), 135 (69+66), -7

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto:Hugo Ribeiro
Fotos: Gonçalo Rosmaninho / Hugo Ribeiro

Parceiros

Deixe uma resposta