Liliana Cá na final do disco à procura do pódio

Liliana Cá

Liliana Cá

O quarto dia de atletismo nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 ficará marcada pelo regresso de uma portuguesa, Liliana Cá à final do lançamento do disco.

Depois de Teresa Machado, com quatro presenças olímpicas e duas finais (10ª em 1996 e 11ª em 2000), então recordista de Portugal, cabe a vez a Liliana Cá, que também substituiu a aveirense na lista dos recordes de Portugal.

Leia também os artigos sobre a prestação portuguesa nos Jogos Olímpicos

Patrícia Mamona e Auriol Dongmo apuradas para as finais

Liliana Cá na final do disco, Irina Rodrigues ficou fora

Carlos Nascimento afastado na primeira ronda

Auriol Dongmo a cinco centímetros da medalha

Alto Calibre de Patrícia Mamona na obtenção da prata

Texto: Federação Portuguesa de Atletismo

Liliana Cá
Liliana Cá

Liliana Cá enfrenta oito das melhores do top 10

A atleta do Novas Luzes, treinada por Luís Herédio Costa, sétima no ranking mundial de 2021, enfrenta oito das melhores do top 10.

E não é o top todo porque a francesa Melina Robert-Michon ficou pelo apuramento assim como a holandesa Jorinde van Klinken (é a líder mundial com 70,22 metros).

Os seus 66,40 metros deste ano, recorde de Portugal, e todo o seu desempenho durante esta época, dão segurança à portuguesa para conceder o melhor resultado de sempre de uma portuguesa nesta disciplina.

No apuramento a norte-americana Valarie Allman (segunda do ano) impressionou bastante e é uma das duas principais favoritas, a par da croata, bicampeã olímpica, Sandra Perkovic.

A final do lançamento do disco feminino será às 12 horas.

Salomé Afonso e Marta Pen nas eliminatórias dos 1.500 metros

Antes, durante a madrugada, competem mais três portuguesas.

Salomé Afonso

À 1h35 começam as eliminatórias dos 1500 metros e logo na primeira segue a estreante Salomé Afonso.

A atleta do Sporting Clube de Portugal, de 24 anos de idade, treinada por Rui Silva, bateu os seus recordes pessoais e conseguiu um apuramento para os Jogos no final de uma excelente época.

Atendendo ao que subiu esta época, com uma marca de 4.07,98 minutos, Salomé Afonso pode aspirar a chegar à meia-final, pois passam as seis primeiras classificadas e os seis melhores tempos entre as restantes.

Marta Pen

Na terceira série (1h59) segue a mais experiente Marta Pen.

A atleta do Sport Lisboa e Benfica, a residir nos Estados Unidos e treinada por Danny Mackey, fará a sua participação olímpica e pretende melhorar o resultado obtido no Rio de Janeiro 2016 (12ª na eliminatória).

Os seus recentes 2.02,23 minutos aos 800 metros numa prova nos Estados Unidos deixam-na em bom plano para ascender às meias-finais.

Seria uma excelente marca para o atletismo português.

Lorene Bazolo

Regressa de Lorene Bazolo à pista em Tóquio

Mais tarde, às 3h02, Lorene Bazolo regressa à pista em Tóquio para correr as eliminatórias dos 200 metros planos femininos.

Uma tarefa também difícil para a portuguesa que correrá na 5ª série, tendo como objetivo ser uma das três primeiras ou estar entre os três melhores tempos das não apuradas diretamente paras as meias-finais.

Parceiros

Deixe uma resposta