Madeira SAD sofreu para vencer Póvoa AC Bodegão CCR

Madeira SAD, emblema insular subiu à 4ª posição depois de uma vitória difícil frente à equipa da Póvoa de Varzim, num jogo em que esteve atrás do resultado durante toda a primeira parte.

Texto / Foto: Federação Portuguesa de Andebol

Madeira SAD

Madeira SAD sofreu para vencer Póvoa AC Bodegão CCR

Foi um jogo renhido, com muitas reviravoltas no resultado e com vários protagonistas, que terminou com a vitória do Madeira SAD na receção ao Póvoa AC Bodegão CCR.

Neste que foi o oitavo jogo consecutivo sem perder no Campeonato Placard Andebol 1, os insulares não tiveram uma primeira parte feliz, período no qual nunca alcançaram a liderança do resultado.

O Póvoa AC Bodegão CCR entrou da melhor forma possível, com um parcial de 0-3 e o melhor que o adversário conseguiu foi reduzir até à margem mínima, a primeira vez aos 10 minutos (4-5).

Os dois guarda-redes mostraram sinais positivos na primeira parte e numa primeira instância foi Humberto Gomes a negar o empate aos induares por diversas vezes e, no último lance do primeiro tempo, foi Radule Radulovic a defender um livre de 7 metros que impediu os poveiros de saírem para o descanso com uma vantagem de dois golos.

Ao intervalo o marcador assinalava 11-12, favorável ao emblema visitante, mas foi logo no reatar da partida que o Madeira SAD mostrou que queria que os três pontos ficassem em casa, concretizando um parcial de 2-0 e ficando na frente do resultado de forma inédita até então (13-12).

Humberto Gomes foi o espelho da resistência poveria

Apesar de Humberto Gomes ter sido o espelho da resistência poveria, com duas defesas seguidas, o Madeira SAD chegou aos 2 golos de vantagem aos 35 minutos mas o guardião de 43 anos tinha ainda mais cartas para dar.

Isto porque aos 45 minutos, interceptou um contra ataque do adversário pouco antes do seu meio campo e num lance individual driblou até aos sete metros adversários, simulou um passe para a ponta esquerda e finalizou com toda a personalidade, fazendo o empate a 15 golos.

Mais tarde, o Póvoa AC Bodegão CCR voltou aos dois golos de liderança mas na reta final do jogo, depois da liderança ter “caído” de forma alternada para os dois lados, a experiência madeirense acabou por falar mais alto e os homens da casa controlaram o jogo, vencendo por 25-22.

Elias António foi o melhor marcador da partida com seis golos apontados.

1ª jornada

05.02.2021 – 21h00 – Madeira SAD x Póvoa AC Bodegão CCR, 25:22 (11:12)

Parceiros

Deixe uma resposta