Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Maior corrida do ano, com os melhores corredores do mundo de trail

Maior corrida do ano, com os melhores corredores do mundo de trail, já decorre.

No total serão 5 dias intensos, 113km com 6.050m de elevação vertical divididos em 1 prólogo e 4 etapas que constituem a maior corrida do ano.

©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Foto: Pedro Silva

A maior corrida do ano, com os melhores corredores do mundo

Competição dentro da competição, pois em cada etapa também se disputa as seguintes categorias: Melhor Alpinista, Melhor Downhiller, Melhor Corredor e Melhor Geral .

São 174 corredores em representação de 32 países diferentes na maior corrida do ano.

Este é o Golden Trail Championship 2020, que se consegue realizar apesar da pandemia.

Nesta deslumbrante ilha do arquipélago dos Açores, no meio do Oceano Atlântico, o clima pode ser tão selvagem e imprevisível como o resultado desta corrida única de 4 dias do Golden Trail Championship.

O Golden Trail Championship teve inicio ontem com um prólogo.

A partida e chegada localizaram-se na Fábrica da Baleia, um total de 3,4 km, elevação vertical de 116 m, descida de 109 m.

©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Foto: @jsaragossa

Prólogo uma seleção para a primeira etapa da maior corrida do ano

Ontem, pelas 14h00 , hora dos Açores, com a Ilha do Pico a ser vista desde a rampa de partida 174 corredores partiram um de cada vez, de 30 em 30 segundos, para o circuito de prólogo de 3,5km.

O prólogo definiu a liderança do evento nesta primeira etapa, mas também definiu os líderes das diferentes categorias em disputa nesta edição da prova.

Apenas os 47 primeiros corredores estarão na primeira etapam, junto com os três vencedores de cada segmento (sprint, subida e descida).

Isso será seguido por uma etapa 100% feminina usando o mesmo princípio.

Mesmo que este pequeno participante do prólogo não conte para o ranking da semana final, os melhores atletas do mundo, no entanto, lutaram em grande estilo.

©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Foto: Pedro Silva

Cada um com uma força ou objetivo pessoal

Os resultados deram várias surpresas, uma delas foi o suíço Joey Hadorn (Team Salomon) que ficou em primeiro lugar à frente do marroquino Elhousine Elazzaoui (Team Salomon) e do suíço Rémi Bonnet (Team Salomon).

A escalação feminina encontrou a esperada suíça Maud Mathys (Team Salomon) seis segundos à frente da americana Rachel Drake (Nike Trail). A campeã mundial Blandine L’Hirondel completa o pódio.

©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Foto: Pedro Silva

Vários infelizes ausentes …na maior corrida do ano

De todos os atletas presentes nos Açores, 17 não conseguiram participar, devido aos resultados dos testes da Covid, não terem sido entregues a tempo.

Entre eles está o ansiosamente aguardado norueguês Tove Alexandersson e o italiano Francesco Puppi (Team Nike Trail).
Esses atletas de elite, portanto, começarão no final das primeiras etapas masculina e feminina, respectivamente.

Ranking

Classificação geral (babador amarelo)

1 – Joey Hadorn (CH) 13m56.813
2 – Elhoiusine Elazzaqui (MA): 14m41.567
3 – Rémi Bonnet (CH):14m44.320

maior
Joey Hadorn – ©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Foto: @jsaragossa

1 – Maude Mathys (CH): 17m05.067
2 – Rachel Drake (EUA): 17m11.700
3 – Blandine L’Hirondel (FR): 17m18.807

maior
Maude Mathys – ©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Foto: Martina Valmassoi

Classificação de escalada (bib vermelho)

1 – Arnaud Bonin (FR): 01m36.670
2 – Rémi Bonnet (CH): 01m38.373
3 – Joey Hadorn (CH): 01m39,013

No masculino, o francês Arnaud Bonin (Team Scott) também passou à frente do suíço Rémi Bonnet (Team Salomon), ultrapassando-o por dois segundos para o primeiro lugar.

Eu realmente não tinha um plano antes do início.

Acho que não vou tentar defender o babador vermelho, escalar não é meu objetivo.

Prefiro sair me bem no ranking geral.

Acho impossível jogar em vários segmentos.

Vou aproveitar cada estágio que vier, e veremos.

maior
Arnaud Bonin – ©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Martina Valmassoi

1 – Iris Pessey (FR): 01m55.990
2 – Rachel Drake (USA): 01m59.890
3 – Kimber Mattox (EUA): 02m00.130

A francesa Iris Pressey (Team Scott) voou na subida descrevendo-a: “Eu queria me concentrar nas subidas e foi o que fiz.

Vou manter essa estratégia em todas as próximas etapas.

Sei que terei de batalhar para defender o babador! “.

Iris Pessey – ©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Martina Valmassoi

Classificação Downhill (bib azul)

1 – Anders Kjarevik (NOR): 00:34.257
2 – Robert Rorich (RSA): 00:36,296
3 – Elhoiusine Elazzaqui (MAR): 00:36.480

O norueguês Anders Kjaerevik (Team Bergen Running) foi o downhiller masculino mais rápido, “Costumo treinar em subida, mas sei que sou muito melhor no downhill.

O que mais me interessou foi poder medir-me contra os melhores atletas do mundo, mas prometi ao meu treinador que iria correr leve.

Posso correr mais rápido morro abaixo com certeza!

Anders Kjarevik – ©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Foto: @jsaragossa

1 – Ana Cufer (SLO): 00:38.696
2 – Maude Mathys (CH): 00:47.016
3 – Marcela Vasinova (CZ): 00:48.883

A descida deixou todos surpreendidos com a eslovena Ana Cufer a percorrer os trilhos para ser a primeira mulher e uma incrível 5 º geral no downhill – atente guys!

Eu só comecei a treinar com o treinador este ano para competições.

Então, fiquei mais surpresa ao terminar em primeiro no downhill.

Minha formação é no downhill MTB, o que explica um pouco o porquê!

Tentei ir o mais rápido possível pela ladeira abaixo e então vi Greg Vollet que estava me seguindo filmando, então tentei acelerar ainda mais.

Estou feliz que valeu a pena!”.

maior
Ana Cufer – ©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Martina Valmassoi

Classificação Sprint (bib verde)

1 – Théo Detienne (FR): 00:39.740
2 – Jim Walmsley (USA): 00:49.504
3 – Anthony Boucard (FR): 00:50.374

O francês Théo Détienne (Team Salomon) deu tudo de si e venceu o segmento praticamente 10 segundos à frente de Jim Walmsley.

Desde o início que queria correr tão rápido no downhill, como para o sprint, treinei especialmente para isso.

Estou muito feliz que funcionou para o sprint de hoje (ontem), o que significa que começo na primeira etapa, mesmo que não seja correndo pela classificação geral.

A descida foi muito curta desta vez, mas a partir de amanhã (hoje) a história será diferente!”.

maior
Théo Detienne – ©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Foto: Martina Valmassoi

1 – Kimber Mattox (USA): 00:55.410
2 – Maude Mathys (SUI): 00:56.000
3 – Annie Sönnerborg-Wadenhorn (SWE): 01:01.366

No sprint a surpresa veio da americana Kimber Mattox (Team Brooks) que foi a mais rápida, “Definitivamente não era o meu plano, meio que pensei que seria divertido correr rápido pela praia!”.

Kimber Mattox – ©️GoldenTrailSeries®️ – Azores Trail Run®️ – Martina Valmassoi

Texto: Henrique Dias – OPraticante.pt

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta