MARCO MENESES E DIOGO CANCELA DE PRATA

Marco Meneses

Marco Meneses e Diogo Cancela

Marco Meneses (100 costas) e Diogo Cancela (200 estilos) conquistaram ontem medalhas de prata nas respetivas finais do Europeu Open que decorre no Funchal de 21 até amanhã sábado, 27 de abril.

O secretário de Estado do Desporto, Pedro Dias, que acompanhou as competições da jornada de ontem no Funchal, mostrou-se «muito satisfeito» por ter assistido ao vivo à conquista de duas medalhas de prata nos Europeus de natação paralímpica, conquistadas por Marco Meneses e Diogo Cancela.

Leia também

MARCO MENESES E DIOGO CANCELA NA FINAL

Fonte: Federação Portuguesa de Natação

Marco Meneses com presença quase assegurada nos Jogos Paralímpicos Paris2024

Marco Meneses conquistou a medalha de prata nos 100 metros costas (S11), distância na qual tem duas medalhas em Mundiais, penúltimo dia dos Europeus de natação paralímpica, que decorrem no Funchal.

O nadador do CRASTO – Castro Daire, cego total, cronometrou 1.08,03 minutos na prova, na qual o mais rápido foi o checo David Kratochvil (1.07,10) e o terceiro classificado foi o neerlandês Rogier Dorsman (1.08,09).

Marcos Meneses – Foto: FPN

Marco Meneses, que tem praticamente assegurada a presença nos Jogos Paralímpicos Paris2024, garantiu ter dado tudo na final, na qual ficou aquém do seu recorde nacional da distância (1.07,55).

«De manhã, na eliminatória, nadei tranquilo, à tarde, vim com tudo, deu para a prata, foi muito bom», disse Marco Meneses, lembrando que os adversários presentes foram praticamente os mesmos que teve nos Mundiais, em que conquistou o bronze e prata.

Marco Meneses, que no último dia de competição nada os 400 metros livres, considerou que a prata é uma motivação para os Jogos Paralímpicos, «onde os adversários vão ser os mesmos».

A prata de Marco Meneses junta-se ao bronze conseguido na terça-feira por Diogo Cancela na prova dos 100 metros mariposa.

Segunda medalha de prata para Diogo Cancela

Diogo Cancela conseguiu esta sexta-feira a sua segunda medalha nos Europeus de natação paralímpica, que decorrem até sábado no Funchal, ao arrecadar a prata nos 200 metros estilos SM8.

Cancela, que tem praticamente assegurada a presença nos Jogos Paralímpicos Paris2024, nadou a final em 2.27,82 minutos.

O português ficou atrás do grego Dimosthenis Michalentzakis (2.26,30), que arrecadou o ouro, e imediatamente à frente do israelita Mark Malyar (2.30,30), que ficou com o bronze.

Diogo Cancela – Foto: FPN

O nadador do Louzan Natação, que não tem o braço direito, junta a prata conseguida ontem à conseguida na terça-feira, nos 100 mariposa, e às duas medalhas conseguidas em mundiais, também nos 200 estilos: prata em 2023 e bronze em 2022.

Diogo Cancela, de 21 anos, admitiu que ambicionava chegar ao primeiro lugar, mas lembrou que esteve lesionado há pouco tempo, tendo mesmo ponderado, com os seus treinadores, a possibilidade de não vir aos Europeus.

«Estou satisfeito, apesar de tudo é uma medalha de segundo lugar europeia, estava à espera de mais.

Queria o primeiro lugar, mas tendo em conta que há três semanas eu e os meus treinadores estávamos a ponderar nem vir por causa de uma lesão no tendão rotuliano, estou satisfeito», disse.

Numa análise à final, Diogo Cancela admitiu: «A prova não foi o que eu esperava, estava a contar fazer 2.26 [minutos], 2.25, o que dava para ficar em primeiro.

Mas o resultado não é mau tendo em conta a lesão que tive. Vou ter de trabalhar e focar-me neste resultado para dar o meu melhor nos Jogos».

O nadador considerou ainda que os resultados nos seus «melhores Europeus de sempre» são «uma motivação para o resto da época e dão bons sinais para os Jogos», competição para a qual admitiu: «Vai ser preciso treinar muito».

Parceiros

Deixe um comentário