Melanie Santos com excelente estreia olímpica

Melanie Santos

A única triatleta portuguesa em prova Melanie Santos competiu hoje, 26 de julho de 2021 pela primeira vez, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, alcançando o 22.º lugar com uma prestação consistente durante os três segmentos do Triatlo.

Leia também as declarações da triatleta antes da sua prova

Melanie “…vou lutar pelo ‘top 16’ e dar o meu melhor”

Texto: Federação Triatlo de Portugal

Melanie Santos perto dos objetivos que traçou

A portuguesa saiu da água no top 20, ‘encaixando-se’ no terceiro grupo de ciclismo, mantendo um bom ritmo neste segmento técnico, que se tornou ainda mais difícil devido à chuva e ao piso molhado.

Melanie Santos

A triatleta nacional conseguiu ainda ganhar alguma vantagem na corrida, terminando a prova na 22.ª posição com o tempo de 2:02:06.

Visivelmente satisfeita com o resultado, Melanie passou a meta com um sorriso estampado na cara.

A portuguesa ficou a 6’30’’ da Campeã Olímpica Flora Duffy, das Bermudas, que realizou uma excelente prestação, culminando com uma corrida fortíssima onde se isolou na frente da competição. Duffy supera aqui, com o tempo de 1:55:36 que a levou ao ouro, a 8.ª posição conquistada nos Jogos do Rio de Janeiro em 2016.

Melanie Santos

A triatleta das Bermudas sucede à americana Gwen Jorgensen, que deixou o Triatlo competitivo depois de ter vencido a prova olímpica em 2016.

A medalha de prata foi alcançada pela inglesa, na segunda posição do ranking olímpico, Georgia Taylor-Brown, atleta que obteve a marca de 1:56:50, terminando a 1’14’’ da vencedora.

Katie Zaferes, dos Estados Unidos da América e número um do ranking de qualificação olímpica, fechou pódio com 1:57:03 garantindo assim o bronze.

A prova olímpica feminina de Triatlo

Durante a prova, as triatletas nadaram sem fato isotérmico devido à elevada temperatura da água na baía de Tóquio, mas as condições atmosféricas estiveram muito diferentes da prova masculina que se realizou no dia de ontem, 25 de julho.

O piso molhado, devido à chuva que se fazia sentir, obrigou a precauções extra principalmente no exigente segmento de ciclismo que se tornou ainda mais condicionado, originando algumas quedas e inevitáveis desistências.

Melanie Santos

Depois de uma natação no top 20, a triatleta portuguesa posicionou-se no terceiro grupo de ciclismo, em perseguição do grupo onde se encontrava a poderosa Nicola Spirig, da Suíça, conhecida pelas suas fortíssimas prestações no ciclismo que liderou o segundo segmento praticamente durante todo o percurso.

Foram três as atletas de topo que estiveram na frente da prova do princípio ao fim, disputando o pódio até ao último segmento da corrida: Flora Duffy, Georgia Tailor-Brown e Katie Zaferes.

Tailor-Brown ainda teve o azar de furar no final do ciclismo, o que a obrigou a abrandar nas últimas curvas, desvantagem que recuperou no segmento de corrida, conseguindo voar para o ouro ultrapassando inclusive a americana Katie Zaferes que corria na segunda posição.

Parceiros