Privacy Policy Page
Privacy Policy Page
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Dto
Coluna Esq
Coluna Esq

Nacionais de Jovens, Lei do mais forte no regresso

No seguimento da retoma competitiva ao nível do xadrez presencial federado já arrancaram em Pombal os Campeonatos Nacionais de Jovens.

Inicialmente marcados para Portimão, no início de abril, estes campeonatos tiveram de ser adiados devido à pandemia do novo coronavírus.

A Federação Portuguesa de Xadrez sempre estabeleceu como prioridade a realização da competição, assim que as condições o permitissem.

O amplo Pavilhão de Atividades Económicas Desportivas e Culturais, em Pombal, é a casa dos Nacionais de Jovens.

Devido às contingências motivadas pela Covid-19, os Nacionais de Jovens foram divididos em duas fases.

Na primeira, já em andamento, jogam os escalões de Sub-14, Sub-16, Sub-18 e Sub-20, campeonatos que terminam na manhã do dia 4 de setembro.

Na segunda, a realizar entre 4 e 6 de setembro, é a vez dos escalões de Sub-08, Sub-10 e Sub-12.

O primeiro dia de jogos não trouxe qualquer problema ao nível da adaptação às novas regras motivadas pelo plano de contingência colocado em marcha devido no combate à pandemia da Covid-19.

Foram cumpridas todas as normas em vigor e os jovens xadrezistas puderam jogar com o devido distanciamento social e num ambiente seguro.

À semelhança do que já sucedeu no Campeonato Nacional por Equipas, realizado com assinalável sucesso no Pavilhão Municipal de Rio Moinhos, em Penafiel.

Nacionais de Jovens, as emoções aumentarão com o seu decorrer

A primeira jornada dos quatro campeonatos em disputa não trouxe surpresas nos principais tabuleiros.

Nos Sub-20, Ricardo Dias (CA Téssera), João Pedro Fernandes (Académica) e Rita Jorge (Estrelas S. João de Brito), os maiores candidatos ao título, ganharam as respetivas partidas.

Também nos Sub-18, os três mais cotados, o mestre FIDE José Francisco Veiga (A.XAT) e os mestres nacionais Bruno Martins (A.XAT) e José Guilherme Santos (GX Alekhine), venceram os jogos que tinham em agenda.

Nos Sub-16, a mesma linha de orientação: Pedro Gil Silva (Fórum Airão São João), Miguel Sismeiro (EX Porto) e Filipa Pipiras (GD Dias Ferreira) entraram a ganhar.

Finalmente, nos Sub-14, Artur Guia (GD Ferroviários), Filipe Bártolo (GX Alekhine) e Rodrigo Basílio (Corvos do Lis), os três com melhor Elo, imitaram os companheiros mais velhos e venceram os jogos realizados.

As emoções aumentarão nos tabuleiros principais.

As principais partidas podem ser acompanhadas no site da FPX e para isso basta clicar no pequeno sino do lado direito da página.

Texto / Fotos: Federação Portuguesa de Xadrez

Sobre o Autor

Artigos relacionados

Deixe uma Resposta