Ouro de Joana e Pimenta dão o pleno a Portugal

Joana Vasconcelos e o técnico Hélio Lucas

Joana Vasconcelos triunfou em K1 500 metros, enquanto Fernando Pimenta venceu em K1 5.000 metros, mais duas medalhas de ouro.

Na Taça do Mundo de Szeged, os atletas da Seleção Nacional conquistaram medalhas em todas as provas em que participaram

Fernando Pimenta e Joana Vasconcelos conquistaram mais duas medalhas de ouro para Portugal na Taça do Mundo de Velocidade e Paracanoagem.

O evento terminou hoje domingo (27 de setembro), em Szeged.

A Seleção Nacional conseguiu, na Hungria, o pleno, uma vez que os atletas subiram ao pódio em todas as provas em que participaram.

Aquela que foi, devido à Covid-19, a única competição internacional de velocidade de 2020.

ouro

Joana Vasconcelos soma Ouro ao Bronze

Depois da conquista da medalha de bronze na prova de K1 200 metros, no sábado (26 de setembro), Joana Vasconcelos partia otimista para a final deste domingo.

Sempre segura do seu valor, a canoísta portuguesa, com uma prova exemplar, chegou na frente da distância olímpica de K1 500 metros, conquistando a medalha de ouro, com o tempo de 1.54.03 minutos.

A espanhola Isabel Contreras (1.54.08 minutos) subiu ao 2.º lugar do pódio, com a belga Hermien Peters (1.54.27 minutos) a terminar no 3.º posto.

Fernando Pimenta conquista centenário

Fernando Pimenta chega ao Centenário

Na Hungria, Fernando Pimenta conseguiu a terceira medalha de ouro em três dias de competição.

Fernando Pimenta impôs-se à concorrência e subiu ao lugar mais alto do pódio da prova de K1 5.000 metros, conquistando, desta forma, a 100.ª medalha em provas internacionais.

Antes tinha assegurado o ouro na prova de K1 1.000 metros e a prata em K1 500 metros.

Relembrar que o canoísta da Seleção Nacional, foi campeão do Mundo de K1 1.000 metros e de K1 5.000 metros, em 2018, em Montemor-o-Velho,

Na pista de Szeged, Fernando Pimenta regressou aos resultados de excelência em competições além-fronteiras, depois de um interregno causado pela Covid-19.

Na prova de cinco quilómetros, o atleta luso acabou na frente com o tempo de 20.03.89 minutos.

ouro

O húngaro Balint Noe foi 2.º classificado, com a marca de 20.04.59 minutos, com o também húngaro Kornel Beke a subir ao 3.º lugar do pódio, com o registo de 20.12.02 minutos.

Pleno de Portugal

Na única prova internacional de velocidade de 2020, Portugal alcançou medalhas em todas as provas em que participou.

Revelou em Szeged, a excelência do trabalho realizado mesmo em condições extremamente difíceis como as enfrentadas no presente ano.

Ao ouro de Fernando Pimenta em K1 1.000 metros e em K1 5.000 metros e da prata em K1 500 metros, há a juntar o ouro de Joana Vasconcelos na prova de K1 500 metros e o bronze na competição de K1 200 metros.

Norberto Mourão

Na Paracanoagem, Norberto Mourão, que, em 2019, conquistou a vaga para Portugal em VL2 200 metros para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, entretanto adiados para 2021, voltou a ser feliz em Szeged.

Na Hungria, o paracanoísta português foi 2.º classificado na prova de VL2 200 metros na Taça do Mundo.

Também ter terminado a prova-teste de VL2 500 metros na 3.ª posição.

Resultados que merecem um obrigado e felicitações de todos os portugueses.

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto:Federação Portuguesa de Canoagem

Parceiros

Deixe uma resposta