PEDRO AFONSO FOI A ESTRELA DOS NACIONAIS SUB-18

Pedro Afonso

Pedro Afonso - Foto: Federação Portuguesa de Atletismo

Recorde nacional de Pedro Afonso a fechar uma muito emotiva primeira jornada dos Campeonatos Nacionais de Sub-18 em pista curta, que estão a decorrer no Altice Fórum, em Braga.

Uma organização da Federação Portuguesa de Atletismo com o apoio da Associação de Atletismo de Braga e do Município de Braga.

Leia também

CAMPEONATOS NACIONAIS EM DUAS FRENTES

Fonte: Federação Portuguesa de Atletismo

Recorde nos Nacionais Sub-18 superado por Pedro Afonso

Pedro Afonso, do Vitória F. C. (Setúbal), foi mesmo a estrela dos campeonatos, com dois triunfos, um deles culminado com um recorde nacional.

Depois de ter alcançado um recorde dos Campeonatos nas eliminatórias, com a marca de 7,02 segundos aos 60 metros, o jovem setubalense igualou essa marca no triunfo conseguido nos 60 metros.

Mais tarde, na última corrida da primeira jornada, os 300 metros, Pedro Afonso mostrou toda a sua qualidade triunfando com a marca de 34,17 segundos, melhorando o anterior recorde nacional da categoria, que já lhe pertencia.

Outros dois recordes dos campeonatos foram obtidos pelos campeões nacionais dos 1500 metros.

Pódio geral 1500 metros femininos – Foto: UD Várzea

Primeiro na prova feminina, por intermédio de Mariana Moreira (do UD Várzea), com a marca de 4m31s12”, a dois segundos do recorde nacional, depois na prova masculina, por intermédio de Afonso Gomes (SC Braga), com a marca de 4.02,97.

De resto, registe-se a revalidação do título do salto com vara por parte da benfiquista Léna Geraldes (3,20 m), enquanto Marta Carriço (Arneirense) obteve o seu segundo título nacional, no ano passado no pentatlo, agora em comprimento.

Uma palavra ainda neste âmbito individual para os dois primeiros classificados no heptatlo, Gabriel Cunha (SL Benfica) e Denis Hrabar (J. Vidigalense), que fecharam a primeira jornada com duas das melhores pontuações de sempre, podendo o desfecho do dia de amanhã ditar mais uma marca de enorme valia.

Em termos de classificação coletiva, em masculinos, regista-se um forte equilíbrio.

Segue na frente a equipa da Juventude Vidigalense, com 38 pontos, seguida do SL Benfica, com 34 pontos, e do Sporting CP, com 33 pontos.

Já em femininos, o desnível entre os três primeiros é significativo.

Lidera o Sporting, com 65 pontos, seguido do Benfica, com 42 pontos, e do Vidigalense, com 37.

Parceiros

Deixe um comentário