Percurso dourado de Auriol Dongmo

Percurso dourado

Auriol Dongmo - “Golden Spikes” - Ostrava

A sportinguista Auriol Dongmo num percurso dourado de várias vitórias, conquistou mais um triunfo num meeting internacional.

Neste caso o “Golden Spikes”, em Ostrava. Pedro Pichardo foi quarto classificado no triplo-salto.

Auriol Dongmo – Meeting Kamila Skolimowska

Meeting Kamila Skolimowska

A recordista portuguesa Auriol Dongmo, que há dois dias venceu na Polónia, no Meeting Kamila Skolimowska.

O Meeting Kamila Skolimowska foi um meeting Gold do World Continental Tour, inserido no circuito de meetings da World Athletics.

A recordista de Portugal terminou a competição com a marca de 18,33 metros, superando por um centímetro a checa Marketa Cervenkova (18,32m, recorde pessoal).

A sportinguista abriu o concurso com 17,38 m, e a série seguiu com 17,94, nulo, 18,33, 18,20 e fechou com 18,07, quando já tinha assegurado o triunfo.

A recordista portuguesa Auriol Dongmo, que há dois dias venceu na Polónia, no Meeting Kamila Skolimowska.

O Meeting Kamila Skolimowska foi um meeting Gold do World Continental Tour, inserido no circuito de meetings da World Athletics.

A recordista de Portugal terminou a competição com a marca de 18,33 metros, superando por um centímetro a checa Marketa Cervenkova (18,32m, recorde pessoal).

A sportinguista abriu o concurso com 17,38 m, e a série seguiu com 17,94, nulo, 18,33, 18,20 e fechou com 18,07, quando já tinha assegurado o triunfo.

Percurso dourado
Auriol Dongmo – “Golden Spikes” – Ostrava

Auriol Dongmo com percurso Dourado

Ontem Auriol Dongmo impôs-se no lançamento do peso com um “tiro” de 18,42 metros no quinto ensaio.

Uma série de lançamentos em que lançou mais duas vezes acima de 18 metros (18,03 ao primeiro e ao segundo ensaios, nulos todos os restantes).

Auriol Dongmo voltou a derrotar a checa Markéta Červenková (17,96 m), num concurso que decorreu ao mesmo tempo que a prova masculina.

O norte-americano Ryan Crouser venceu com 22,43 metros (recorde do meeting), com mais três lançamentos acima dos 22 metros!

Entretanto, no triplo-salto, Pedro Pichardo não começou o concurso da melhor forma, com dois saltos nulos.

O benfiquista saltou 16,88 m ao terceiro ensaio e, ao contrário do é habitual em si, não melhorou (16,86, 16,64 e 16,67).

Venceu a prova o campeão olímpico e mundial, o norte-americano Christian Taylor, que no último ensaio conseguiu 17,46 metros, ultrapassando Hughes Fabrice Zango, que liderava desde o segundo ensaio com 17,42 m.

Meeting de Annhalt

Já na Alemanha, no Meeting de Annhalt, o benfiquista, João Vítor de Oliveira, foi terceiro nos 110 m barreiras, com a marca de 14,04 segundos (v: +0,5 m/s).

O vencedor foi o belga Michael Obasuyi (13,68 segundos).

Visualize também

Meeting de Thum, Auriol Dongmo em bom plano vence

[divide icon=”circle” width=”medium”]

Texto / Foto: Federação Portuguesa de Atletismo

Parceiros

Deixe uma resposta