Perseguição individual, Ivo Oliveira o melhor português

perseguição individual

Ivo Oliveira

Ivo Oliveira foi o melhor representante de Portugal no primeiro dia de competição no Troféu Internacional Município de Anadia, que se disputou no Velódromo Nacional, em Sangalhos, conseguindo o segundo lugar em perseguição individual.

Texto: União Velocipédica Portuguesa – Federação Portuguesa de Ciclismo

perseguição individual
Ivo Oliveira

Ivo Oliveira estabeleceu a melhor marca na qualificação de perseguição individual

O representante da Seleção Nacional estabeleceu a melhor marca na qualificação, 4’16’’539, batendo o suíço Claudio Imhof por apenas 113 milésimos de segundo.

Na final entre ambos o helvético ganhou com à-vontade, fazendo a corrida terminar por ter dobrado o português antes de cumprido um quilómetro. No terceiro lugar colocou-se outro suíço, Simon Vitzthum.

A competição feminina de perseguição individual teve vitória de Anna Morris, do País de Gales, que, na final, bateu a representante de França Jade Labastugue. Na luta pelo terceiro lugar levou a melhor a neerlandesa Daniek Hengeveld.

As primeiras finais do dia foram de corrida por pontos.

Três homens destacaram-se da concorrência na prova masculina, ganhando duas voltas ao pelotão.

O francês Thomas Boudat, a correr pela seleção, foi o melhor desse trio, somando 66 pontos.

Seguiu-se o suíço Simon Vitzthum, com 55. O neerlandês Yoeri Havik (Beat Cycling) foi o terceiro, com 53.

João Matias

Elevado número de participantes levou à realização de provas de qualificação

Dado o grande número de participantes inscritos houve necessidade de provas de qualificação, com quatro portugueses a apuraram-se para a final.

O melhor de todos seria João Matias (Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados), que alcançou a quarta posição, com 32 pontos.

A corrida por pontos feminina também teve vitória gaulesa.

Marie Le Net (FDJ Nouvelle-Aquitaine Futuroscope) triunfou com 46 pontos, mais dois do que a russa Gulnaz Khatuntseva (Marathon-Tula Cycling Team) e mais 42 do que a britânica Pfeiffer Georgie, que a acompanharam no pódio.

Beatriz Roxo também passou a fase de qualificação e esteve presente na final, onde conseguiu o 16.º lugar.

A velocidade individua fechou o programa desta longa sexta-feira de competição, já depois das 23h00.

O britânico Jack Carlin (Team Inspired) dominou de fio a pavio no setor masculino.

Fez o melhor tempo na qualificação e foi eliminando adversários até bater na final o lituano Vasilijus Lendel.

O terceiro foi outro ciclista do Reino Unido, Joseph Truman.

A neerlandesa Laurine van Riessen (Beat Cycling) foi a mais rápida na velocidade feminina, batendo na final a russa Anastasiya Sukhareva. Outra representante da Rússia, Ekaterina Gnidenko, fechou o pódio.

Parceiros

Deixe uma resposta