REMCO EVENEPOEL TRANSFORMA ARCO-ÍRIS EM AMARELO-VIVO

Remco Evenepoel

Remco Evenepoel - Foto: Volta ao Algarve

O campeão mundial de contrarrelógio, Remco Evenepoel (Soudal Quick-Step), venceu hoje a quarta etapa da Volta ao Algarve, um contrarrelógio de 22 quilómetros, em Albufeira, que também deu ao belga a Camisola Amarela Turismo do Algarve.

António Morgado (UAE Team Emirates) foi o melhor português, subiu ao nono lugar da geral.

Leia também

WOUT VAN AERT BATE RUI OLIVEIRA EM SPRINT EMOCIONANTE

Site oficial

Remco Evenepoel confirmou o favoritismo

Competindo com a camisola arco-íris, que identifica os campeões do mundo, Remco Evenepoel confirmou por completo o favoritismo.

Estabeleceu o melhor registo em todos os pontos intermédios e pulverizou a concorrência na meta.

Num percurso variado, com zonas para desenvolvimento de potência, outras mais técnicas e subidas exigentes, Remco Evenepoel não teve quebras.

Foi sempre em crescendo na comparação com os outros homens da geral, impondo-se com 27m09s (média de 48,619 km/h).

O segundo classificado foi Magnus Sheffield (INEOS Grenadiers), a 16 segundos.

O vencedor do contrarrelógio do ano passado, Stefan Küng (Groupama-FDJ) foi, desta vez, o terceiro classificado, a 29 segundos.

Stefan Küng – Foto: Volta ao Algarve

“…uma corrida quase perfeita…”

Tive um acompanhamento perfeito do carro, fizemos uma preparação perfeita esta manhã, por isso acho que podemos dizer que foi uma corrida quase perfeita.

Talvez tenha cometido alguns excessos em determinado momento, mas acho que foi uma descida muito bonita para a marina.

Foi muito bonito, por isso desfrutei de cada metro deste percurso e terminar com uma vitória é ainda melhor”, comentou Remco Evenepoel.

O colombiano Daniel Martínez (BORA-hansgrohe), que partiu na frente da geral, não foi além da oitava posição no contrarrelógio, a 51 segundos do vencedor.

Com este resultado, Remco Evenepoel passou a vestir a Camisola Amarela Turismo do Algarve.

O belga tem uma margem de 47 segundos sobre Martínez. O terceiro é, agora, o esloveno, Jan Tratnik (Team Visma | Lease a Bike), a 1m12s.

Amanhã vai ser tudo uma questão de defender e ser inteligente. Defender em primeiro lugar e depois tentar ganhar a etapa.

Ter a camisolas amarela é o mais importante, por isso vamos tentar defendê-la e veremos, no final do dia, se há outra vitória na etapa ou não”, adianta Remco Evenepoel.

Remco Evenepoel
Remco Evenepoel, Magnus Sheffield e Gerben Thijssen – Foto: Volta ao Algarve

António Morgado subiu ao Top 10

Nota para o português António Morgado (UAE Team Emirates).

O caldense cedeu a Camisola Branca IPDJ, de melhor jovem, ao estadunidense Magnus Sheffield, por apenas 5 segundos, mas continua na luta pelo estatuto de melhor jovem e subiu três posições na geral absoluta, sendo agora o nono classificado.

Nas restantes classificações, Gerben Thijssen (Intermarché-Wanty) conserva a Camisola Verde Crédito Agrícola, dos pontos, e Daniel Martínez (BORA-hansgrohe) continua a ser dono da Camisola Azul Água é Vida, da montanha.

Por equipas manda a INEOS Grenadiers.

Está tudo em aberto para a etapa final, os 165,8 quilómetros que, neste domingo, vão levar os corredores de Faro até ao icónico Alto do Malhão, no concelho

Parceiros

Deixe um comentário