Rio de Frades, no regresso das Voltas do Impossível

Foto: Frítz Photography

A 2ª edição da aventura de Ultra Trail “As Voltas do Impossível” regressa à Serra da Freita, ao Rio de Frades, no dia 29 de maio de 2021.

O desafio será limitado a 50 participantes que deverão fazer a sua candidatura entre os dias 15 de fevereiro e 5 março, enviando um “pedido de escolha” expondo, de uma forma original, as razões porque ambicionam participar na prova.

A passada edição, em 2020, foi um grande sucesso, pela novidade que trouxe ao panorama nacional de Ultra Trail aventura, e deu luta a todos os atletas que participaram.

Referir que nenhum atleta conseguiu alcançar a proeza de passar para a 4ª volta do desafio, deixando a rocha de Xisto, onde deverá ser “imortalizado” o nome dos destemidos que terminem a 5ª e última volta, intacta e pronta para mais uma edição.

Desfrute do vídeo sobre a primeira edição.

Texto: Cream 
Fotografia: Frítz Photography / Luís Lopes Photo / Cream Agency

Foto: Cream Agency

História das Voltas do Impossível que regressa a Rio de Frades

Esta aventura, pioneira em Portugal, é baseada nas Maratonas de Berkeley, levando a que o Grão Mestre da Confraria Trotamontes, José Moutinho, criasse, em 2020, o “argumento” das Voltas do Impossível.

Este “argumento” remonta ao conturbado período de 1942 no qual, para o esforço da Grande Guerra, nestes montes e vales da Serra da Freita, se fazia a Exploração do Volfrâmio, metal imprescindível na corrida às armas.

Uma história de homenagem às milhares de pessoas que, naquela altura, lutaram para mudar a sua vida e traçar o seu destino, intitulados de “Pilhas”, pelos seus pares.

O lado histórico desta prova traduz-se em elementos que estão presentes ao longo de todo o percurso, como as guias de transporte, e em momentos como aquele em que um atleta desiste e ouve ser tocada, em sua homenagem, a música do silêncio “Taps”, por um corneteiro.

António Vilela e Paulo Da Costa – Foto: Luís Lopes

Candidaturas:

O desafio será limitado a 50 participantes que se terão de aventurar desde o início, com o envio de um “pedido de escolha” para o e-mail jmoutinho@netcabo.pt, expondo as razões porque pretendem participar nas Voltas do Impossível, em conjunto com um breve currículo onde deve constar, no mínimo, uma prova superior ou igual a 100 kms.

Caso a candidatura seja aceite, o participante receberá uma “Carta de Condolências” que formaliza, assim, a inscrição, e indica o pagamento de uma taxa pecuniária de 19.58 €, bem como a taxa adicional de 1 cerveja artesanal e uma matrícula de automóvel.

Rio de Frades
Mário Elson – Foto: Frítz Photography

Regras:

O percurso contempla 5 Voltas com uma distância aproximada de 21 kms e 1500D+ de desnível cada uma.

O começo e o término de cada itinerário será na icónica aldeia de Rio de Frades, sobre a ponte, sendo o sentido inicial da prova o dos ponteiros do relógio, alternando-se nas voltas seguintes.

Além da corrida do percurso, os atletas terão que encontrar 13 caixas com livros de Guias de Transporte (utilizadas para transportar Volfrâmio na época), que serão o comprovativo de passagem no local.

A falha de alguma destas guias no final de cada volta será motivo para desclassificação. O atleta correrá com um dorsal distinto por cada volta.

A organização fornecerá um track para orientação e, pontualmente, haverá balizagem orientativa em pequenos troços.

Não existirão abastecimentos ao longo do percurso, o atleta só poderá ter apoio alimentar ou material na base, em tom de homenagem à imagem dos mineiros que, também eles, eram abastecidos pelas suas mulheres.

O único material obrigatório será um apito, uma manta térmica, um telemóvel e um relógio com GPS.

O momento de trocar As Voltas ao Impossível, voltou.

Rio de Frades
Foto: Frítz Photography

Organização:

Confraria Trotamontes
Município de Arouca

Parceiros

Deixe uma resposta