Saltos de Obstáculos, Europeu realiza-se em Portugal

Saltos de Obstáculos

Foto: Vilamoura Equestrian Centre

Entre 18 e 25 de julho, decorre, pela terceira vez em Portugal, o Campeonato da Europa da Juventude de Saltos de Obstáculos.

O Clube Hípico de Vilamoura volta a receber a prova que coloca em competição 280 atletas, entre eles 14 portugueses, que vão representar 30 nações.

Texto: Henrique Dias – OPraticante.pt / Articland
Fotos: Vilamoura Equestrian Centre

Campeonato da Europa da Juventude conta com 14 representantes portugueses

A representar as cores nacionais neste Campeonato da Europa da Juventude de Saltos de Obstáculos vão estar 14 atletas em todos os escalões: cinco atletas em Children (sub 14), cinco atletas Juniores (sub 18) e quatro Jovens Cavaleiros (sub 21).

Neste Campeonato, também estarão a julgar vários Oficiais Portugueses.

Em prova, vão estar cinco cavalos de origem nacional, e os atletas portugueses em pista representam vários Clubes de Norte a Sul do país e fazem jus ao desporto mais justo e igual, tendo uma participação equiparada de atletas femininas e masculinos.

Este Campeonato da Europa da Juventude de Saltos de Obstáculos tem um sabor especial, uma vez que vai contar com a participação de filhos e netos das maiores referências do desporto equestre mundial, onde também estes marcarão presença.

Foto: Vilamoura Equestrian Centre

Saltos de Obstáculos

Na modalidade de Saltos de Obstáculos, o conjunto cavalo/cavaleiro é examinado sobre um percurso de obstáculos, em várias condições.

O objetivo é demonstrar a atitude do cavalo e a destreza do cavaleiro.

Sempre que é cometido um erro (derrube de um obstáculo, recusa, excesso de tempo, erro de percurso, queda do cavalo e/ou do cavaleiro, ajuda não autorizada) o conjunto incorre numa penalidade.

Existem diversos tipos de provas e, conforme o tipo de prova, vence aquele conjunto que comete o mínimo de penalidades, ou completa o percurso no tempo mais rápido, ou, nalguns casos, conquista o maior número de pontos.

São inúmeros os tipos de provas existentes:

Sem cronómetro, onde o tempo gasto a cumprir o percurso não é determinante para a classificação final;
ao Cronómetro, em que a velocidade é determinante para a classificação final;
com Barrage, em que os conjuntos em igualdade de pontos no 1º percurso, desempatam num percurso reduzido, com base nas penalizações e tempo, de Potência, um máximo de quatro barrages onde as dimensões dos obstáculos são sucessivamente aumentadas, Dificuldades progressivas, Estafetas e muitas outras.

Parceiros

Deixe uma resposta